Tamanho do texto

Academia não precisa ser sinômino de pesos, aparelhos de musculação e ginástica localizada. Há muito mais o que fazer para entrar em forma

Você quer saber o que fazer para emagrecer, mas só de ouvir a palavra "academia" já se estremece e bate aquele desânimo. Se você não gosta de musculação, anilhas ou exercícios tradicionais de ginástica, saiba que há uma série de alternativas - na academia e fora dela - que dão ótimos resultados. 

Leia também: 4 atitudes que vão te ajudar a emagrecer de vez

Aulas diferentes e exercícios ao livre estão na lista de o que fazer para emagrecer que dá certo sem precisar fazer ginástica, seguir aquela série sem fim de agachamento ou prancha ou se entender com os aparelhos da musculação. 

Para te incentivar a se movimentar, listamos algumas alternativas aos exercícios tradicionais e histórias de pessoas que conseguiram emagrecer com essas atividades. Veja abaixo: 

1. Caminhada

duas mulheres caminhando no parque
shutterstock
Caminhada pode ser feita na rua ou na esteira e ajuda, sim, a emagrecer

Esse exercício é o mais simples da lista, pode ser feito em qualquer lugar - com uma volta pelo bairro, na praia ou mesmo na esteira na academia. Muitas vezes, a caminhada é vista como algo simples demais para dar resultados, mas alguns relatos provam o contrário. 

Recentemente, contamos aqui no Delas a trajetória de Melissa McGilvrey para perder peso . A mulher chegou aos 171 kg e decidiu que era hora de mudar após tentar ir a um brinquedo em um parque de diversões e o cinto de segurança não fechar. 

O exercício escolhido por Melissa foi a caminhada . Ela mal conseguiu completar pouco mais de 1 km no primeiro dia, mas não desistiu. Aos poucos foi aumentando a distância e chegou a marca dos 24 km. Com isso, e cuidados com a dieta, ela emagreceu 75 kg. 

Mesmo sendo uma atividade leve, a caminha requer alguns cuidados, principalmente para quem é sedentário. Também já falamos sobre isso por aqui, relembre: 

E ainda há maneiras de obter mais resultados com a caminhada, como citamos nesta reportagem: 

2. Aulas de esportes

Mulheres em aula de ginástica artística
Divulgação
Aula de Esporte Fitness é uma das sugestões de o que fazer para emagrecer fugindo do tradicional combo ginástica + musculação

Fazer aula de vôlei, futsal ou mesmo ginástica artística é coisa de criança? Sim, mas também é atividade para adulto que quer perder peso e melhorar as condições de saúde. Algumas academias contam com aulas desse tipo em sua grade e vem conquistando justamente esse público que odeia ginástica. 

Segundo Fábio Rieser, diretor do Grupo KLP, que engloba a Kainágua, Lokal Assessoria de Esportes e Saúde e a rede social Personal Trainer X, as aulas de esporte exigem do corpo de forma holística, não apenas pensando em músculos. São trabalhadas as capacidades, como força e potência, flexibilidade; as habilidades, como agilidade e coordenação motora; e os aspectos emocionais, como sociabilização, diversão e autoestima. 

E a questão nostalgia também entra na conta. "Tudo isso ao mesmo tempo através de uma modalidade esportiva, ou arte marcial, que o praticante goste, que sonhe em aprender, ou já fez durante a infância, sem foco em competitividade”, explica Rieser. 

Mas até quem nunca praticou esportes pode se aventurar nessas aulas. Érica Moreira Andrade faz Esporte Fitness de ginástica rítmica na Kainágua Academia, em São Paulo, onde deu sua primeira cambalhota da vida. “Amei, você usa o corpo todo durante a aula, passa muito rápido e quando vê já acabou, fora a energia da turma, que é muito boa”, conta. 

3. Dança

Pessoas em uma aula de dança
shutterstock
Aulas de dança mexem com todo o corpo, queimam muitas calorias e ainda são bem divertidas

Há o ditado "quem canta seus males espanta", mas aqui podemos adaptar para "quem dança seus quilos espanta". São diversas as modalidades oferecidas nas academias tradicionais e há outra infinidade de academia de dança por aí. 

Nessa linha, a zumba é uma modalidade que já conquistou muita gente e oferece ótimos resultados. "Tudo depende da intensidade que cada aluno coloca nos movimentos da coreografia. Em uma aula de Zumba, por exemplo, já observamos participantes com gastos de até 1.000 calorias", afirma personal trainer e especialista educacional da modalidade Karla Mead. 

Além disso, a aula trabalha várias partes do corpo, como glúteos, posterior de coxa, panturrilha, abdômen, costas e quadríceps, tonificando e definindo músculos. “É uma atividade com método intervalado intermitente muito completa que pode ser combinada com movimentos de contração muscular ou pliometria, o que auxiliaria na queima de gordura e tonificação muscular”, detalha Karla. 

Também já contamos por aqui histórias de mulheres que emagreceram dançando. Kelly Watts, de Cardiff, do País de Gales, conseguiu eliminar 44 kg em 8 meses e usou a dança como uma ferramenta para isso. Relembre os detalhes: 

Outro caso relatado por aqui, em 2018, foi de uma mãe e uma filha que começaram a dançar juntas e conseguiram não só perder peso como melhorar a relação. Relembre mais essa história: 

Se ainda assim você não se animou para fazer uma aula de dança na academia, saiba que é possível praticar em casa e também ter diversos benefícios na questão do emagrecimento e também de saúde. Uma ideia é seguir as coreografias do FitDance ,  muito populares no Youtube. Veja como dançar em casa e ainda emagrecer

4. Pole dance

Gracyanne Barbosa é quase um sinônimo de pole dance , com muitos vídeos postados no Instagram da modalidade. E saiba que essa atividade também e indicada para quem não é dançarino ou eestá começando a se movimentar. 


Em entrevista prévia do Delas, Vanessa Costa, professora, atleta e uma das pioneiras da modalidade falou mais sobre o pole dance. Ela ressaltou que a atividade dá tônus muscular, garante braços torneados e queima muitas calorias. 

Para completar, o pole dance exige do core e, por isso, acaba sendo uma ótima ideia para quem busca uma barriga mais chapada. Ou seja, trata-se de uma atividade completa e uma boa sugestão e quem procura o que fazer para emagrecer sem precisar fazer a ginástica tradicional.