Tamanho do texto

Infelizmente, nem todo procedimento sai do jeito que imaginamos, e os casos dessas mulheres servem de alerta para termos cuidado com a nossa beleza

Os procedimentos estéticos estão cada vez mais comuns, mas isso não significa que você possa sair por aí usando qualquer tipo de produto ou entrando no primeiro salão que encontrar pelo caminho. Afinal, existem riscos e até a possibilidade de ter um  resultado muito diferente do esperado que pode, inclusive, mudar completamente a sua aparência caso alguma coisa dê errado.

Muitos dos procedimentos estéticos que dão errado são por falta de pesquisa sobre local, profissional ou teste de alergia
Reprodução/Facebook
Muitos dos procedimentos estéticos que dão errado são por falta de pesquisa sobre local, profissional ou teste de alergia

Apesar de parecer drástico, casos de procedimentos estéticos que deram errado se repetiram em 2018. Por isso, o Delas reuniu algumas histórias para te lembrar da importância de não "se jogar" nas tendências de beleza em 2019 sem fazer uma pesquisa ou consultar um bom profissional antes; confira: 

Procedimentos estéticos #1: extensão de cílios

Procedimentos estéticos: Isabelle Kun teve uma reação alérgica forte por causa da cola utilizada na extensão de cílios
Reprodução/Facebook
Procedimentos estéticos: Isabelle Kun teve uma reação alérgica forte por causa da cola utilizada na extensão de cílios

Em janeiro deste ano, a canadense Isabelle Kun chamou atenção nas redes sociais após sofrer uma  reação alérgica por causa da cola utilizada nas extensões de cílios que fez em um salão. Em entrevista à CTV News , a jovem conta que já estava acostumada a fazer procedimentos estéticos como esse e era cliente do local há mais ou menos um ano.

Entretanto, depois de uma aplicação, ela notou um inchaço na área dos olhos e voltou para falar com o profissional que realizou o tratamento, perguntando se a cola utilizada era a mesma das outras vezes. Ele descartou a possibilidade de ter usado outro produto e afirmou que ela não precisava se preocupar.

Dois dias depois, os olhos de Isabella estavam tão inchados que ela não conseguia enxergar. "Eu estava tendo dificuldade em engolir e até respirar. No hospital, eles me admitiram poucos segundos depois que viram meu rosto. Meus olhos estavam inchados tanto em cima quanto embaixo e minhas amígdalas aparentemente estavam inflamadas", contou.

Segundo ela, os médicos receitaram anti-alérgicos e afirmaram que a maior parte dessas reações são causadas pela cola que é usada na aplicação das extensões. Ela acabou descobrindo que o profissional usou, sim, um produto diferente do habitual e alerta para a necessidade de fazer um teste antes de procedimentos estéticos. 

Procedimentos estéticos #2: pigmentação de sobrancelha

Procedimentos estéticos: Hannah Corrigan não passou por um teste alérgico antes de realizar pigmentação na sobrancelha
Reprodução
Procedimentos estéticos: Hannah Corrigan não passou por um teste alérgico antes de realizar pigmentação na sobrancelha


Hannah Corrigan, da Inglaterra, seguiu a recomendação de uma amiga e decidiu fazer depilação com cera e pigmentação nas sobrancelhas pela primeira vez em um salão de beleza. O resultado dos procedimentos, porém, foi bastante diferente do esperado, a jovem teve uma  reação alérgica tão severa  e ficou com o rosto inchado por dias. 

Em entrevista à emissora Birmingham Live , ela conta que alertou os profissionais que nunca havia feito nenhum dos dois procedimentos, mas nenhum deles se preocupou em realizar um teste alérgico para ver como a pele dela reagiria ao produto. 

“Não me ofereceram essa possibilidade”, contou. "Foi o próprio gerente que fez meu tratamento de pigmentação, depois de uma esteticista ter feito a depilação com cera. Ele me deixou com a tinta aplicada por mais de 20 minutos, dizendo que tinha esquecido de mim, e só então tirou o produto. Paguei o procedimento e fui embora.”

Segundo Hannah, ela começou a sentir a pele coçar e incomodar no mesmo dia, mas na manhã seguinte, seu rosto já estava tão inchado que ela não conseguiu mais abrir os olhos e precisou ir para o hospital. 

“Lá, me deram uma injeção de anti-histamínicos e alguns remédios. A enfermeira me disse que o inchaço deveria começar a reduzir nas próximas 24 horas, mas se passaram seis dias até que eu começasse a melhorar”, afirmou. 

Procedimentos estéticos #3: depilação no buço

Procedimentos estéticos: Chantelle ficou com um 'bigode vermelho' depois de usar um produto de £1 para depilar o buço
Reprodução/Facebook
Procedimentos estéticos: Chantelle ficou com um 'bigode vermelho' depois de usar um produto de £1 para depilar o buço

Chantelle Murphy teve uma reação alérgica ao depilar o buço  e acabou ficando com um “bigode vermelho" no rosto. Segundo relato à agência de notícias do Reino Unido, ela conta que nunca tinha usado qualquer tipo de creme depilatório antes e decidiu testar comprando um produto de uma marca que não conhecia por menos de 1 libra esterlina (cerca de R$ 4,87).

"Então eu fui para casa e apliquei. Depois de dois ou três minutos, no máximo, já comecei a sentir a pele esquentar", disse. Apesar de ter percebido que havia algo errado, ela ainda deixou o creme por alguns segundos a mais, pensando que era normal, “porque quando você tinge o cabelo, às vezes você sente a pele esquentando”. 

Quando a sensação piorou, Chantelle decidiu remover o produto. “Conforme fui limpando, já dava para ver a  pele ficando vermelha e piorando cada vez mais”, contou. A jovem acabou ficando com uma marca semelhante a um bigode no rosto — o que fez com que ela se tornasse uma "piada" entre as amigas, tornando a situação cômica.

Para amenizar a  alergia  , ela passou bastante hidratante com aloe vera no rosto antes de ir dormir e, quando acordou, conseguiu cobrir a marca com maquiagem. “A sensação de ardência e queimação não passava porque ficava aplicando base e outros produtos cosméticos por cima da queimadura”, relatou, afirmando que pele no local ainda descascou.

Procedimentos estéticos #4: extensão de cílios

Procedimentos estéticos: Megan Rixson teve uma reação alérgica após realizar alongamento de cílios com cola para unhas
Reprodução/Twitter/MeganRixson
Procedimentos estéticos: Megan Rixson teve uma reação alérgica após realizar alongamento de cílios com cola para unhas

A britânica Megan Rixson compartilhou um vídeo no Twitter relatando que havia ficado  cega temporariamente após realizar um alongamento de cílios. Segundo ela, o procedimento foi realizado em um lugar que não conhecia e, depois, descobriu que haviam usado um produto para colar unhas postiças e que não era específico para os cílios. 

Ao Today Style , ela revela que já havia feito alongamento antes e, por isso, sentiu que algo estava errado com o procedimento dessa vez. "A esteticista me disse para manter meus olhos abertos e, normalmente, fico com eles fechados. Eu pensei que poderia ser apenas uma técnica diferente e obedeci. Ela começou a colocar os cílios e comecei a sentir meus olhos queimando. Senti como se tivesse caído shampoo sobre eles."

Megan afirma que pediu para a profissional parar, mas foi informada que era algo "normal" para procedimentos como esse. "Quando ela terminou, eu não conseguia manter meus olhos abertos. Não coseguia enxergar", diz. Ao sair do salão, ela passou em uma clínica localizada no campus universitário onde estuda e lá informaram que cola de unhas poderia ter sido utilizada em suas pálpebras.

A jovem ficou cerca de duas horas sem conseguir enxergar e, mesmo depois que recuperou a visão, continuou com dores e com os olhos inchados. Além disso, ela diz ter perdido alguns fios naturais devido ao uso da cola incorreta. 

Procedimentos estéticos #5: preenchimento labial

Procedimentos estéticos: Rachel Knappier fez um preenchimento labial em uma festa com uma esteticista não licenciada
Arquivo pessoal/Rachel Knappier
Procedimentos estéticos: Rachel Knappier fez um preenchimento labial em uma festa com uma esteticista não licenciada

Rachael Knappier estava em uma "festa do Botox" — evento que oferece procedimentos estéticos mais baratos enquanto você relaxa com os seus amigos — quando decidiu fazer um preenchimento labial. Entretanto, seus lábios incharam cinco vezes mais do que o normal depois que a profissional responsável atingiu o local errado com a agulha.

Em entrevista à Cosmopolitan  , a britânica contou que a esteticista sabia que o preenchimento labial tinha dado errado. "Ela me disse que eu estava tendo uma reação alérgica, mas quando cheguei ao hospital, eles me disseram que não era isso e que o produto usado para o tratamento foi administrado de forma incorreta". 

Segundo os médicos, o produto atingiu a artéria labial superior e, se ela não tivesse ido imediatamente ao pronto-socorro, as consequências seriam ainda piores . "Sem tratamento, isso levaria à necrose, que é a morte do tecido mole do lábio — algo irreversível", afirmou. Depois de algumas semanas fazendo sessões de emergência com produtos para dissolver o preenchedor utilizado em procedimentos estéticos como esse, aboca de Rachel voltou ao tamanho normal.

Depois de tudo, ela descobriu que a esteticista não era licenciada. "Eu assumi que todos que fazem preenchimentos e injetam botox são médicos e não pesquisei. A diferença é que se eu tivesse tido essa reação com um médico especialista, ele saberia o que fazer para me ajudar." 

Procedimentos estéticos #6: produtos com ácido

Procedimentos estéticos: Natasha Martlew sofreu uma queimadura química no rosto após utilizar um produto com ácido
Reprodução/Facebook
Procedimentos estéticos: Natasha Martlew sofreu uma queimadura química no rosto após utilizar um produto com ácido

A britânica Natasha Martlew teve uma reação inesperada e ficou com sinais de queimadura após aplicar ácido salicílico em seu rosto pela primeira vez. Segundo informações do  Daiy Mail  , a jovem queria incrementar a rotina de cuidados com a pele — que era composta apenas por sabonete, água e um hidratante leve —, pois considerava isso "básico demais". 

A jovem optou, após a recomendação de uma amiga, por um produto específico para peles com tendência a manchas e que ajuda a limpar os poros. Menos de 12 horas depois da aplicação, ela começou a perceber que várias bolhas d’água haviam aparecido em seu rosto, resultados de uma queimadura química. “Como eu nunca tinha usado ácido antes, apliquei apenas duas gotas em um algodão e espalhei pelo meu rosto”, relembrou.

"De início, eu não observei reações além de uma leve vermelhidão, mas presumi que era apenas por ter aplicado o produto no meu rosto. Quando acordei na manhã seguinte, comecei a me perguntar o que tinha acontecido comigo. Parecia que umas 100 espinhas tinham aparecido na minha pele . Foi quando toquei o meu queixo e algumas das marcas explodiram — aí eu notei que era um bolhas, e não espinhas”, disse a garota. 

Após ligar para a emergência, ela foi aconselhada a procurar ajuda em um hospital. “Um médico confirmou que eram queimaduras químicas e que ácido salicílico tinha potencial para provocar esse tipo de reação. Ele disse que sentia muito que tivesse acontecido comigo, mas que eu apenas tive azar", relatou.

Depois do incidente, ela não pretende procurar mais por procedimentos estéticos com ácido e foi orientada a usar apenas água para lavar o rosto.