Anna Paula Porfírio dos Santos
Reprodução
Anna Paula Porfírio dos Santos foi morta pelo marido a tiros após a ceia de Natal

O sargento reformado da Polícia Militar Ademir Tavares de Oliveira, de 53 anos, foi preso por  feminicídio na manhã dessa sexta-feira (25). Ele foi preso em flagrante após atirar contra a esposa, a cabeleireira Anna Paula Porfírio dos Santos, na casa onde moravam em Alto do Mandu, Zona Norte de Recife.

De acordo com o G1, Oliveira foi levado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e foi autuado em flagrante. Segundo laudo da Polícia Civil, Porfírio foi atingida por dois disparos e faleceu dentro de casa. A juíza Cristina Reina Montenegro de Albuquerque converteu em preventiva a prisão do sargente reformado.

O crime aconteceu logo após a ceia de Natal. A filha deles de 12 anos estava em casa na hora do crime, assim como familiares do acusado e da vítima, que moram no andar térreo do imóvel, mas não conseguiriam salvar a cabeleireira. O perito Fernando Benevides analisou o quarto do casal, onde Porfírio foi morta.

"Eles estavam separados, reataram o relacionamento e ele infelizmente cometeu essa tragédia. O DHPP foi acionado, chegou ao local e ele não reagiu, entregou a sua arma. Foram dois disparos, um no tórax e outro na face. Um a uma curta distância e outro à queima-roupa", contou.

"A família dele ouviu tudo, mas quando chegou lá não tinha mais como socorrer por conta da gravidade. Todo mundo ouviu, mas não teve como socorrer. Foram tiros fatais. No local do crime tinha bastante sangue e algum desalinho, indicando que houve uma discussão, mas não luta", o perito concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários