Tamanho do texto

Empresário conta sua trajetória, desafios e o que fazer antes de abrir um negócio

Empreender… este é o tal sonho de muitos brasileiros! Mas afinal o que isso significa?

No dicionário, empreender é um verbo transitivo direto que tem os sentidos: decidir; realizar; tentar; pôr em execução. E de fato, é um processo para começar um novo negócio.

Um exemplo de quem começou do zero é o João Lellis, que hoje tem a Trattoria que leva seu nome em São Paulo, Campinas e Curitiba. Ele conta que "minha história é de muita luta. Vim da Bahia em 1964, fazia faxina no restaurante Gigetto, para isso, acordava todo dia de madrugada; até que fui efetivado para garçom”.

Leia também: Mari Mats e Panmela Castro estão confirmadas na Jaguar Parade

João Lellis
Divulgação
João Lellis


Somente quando virei sócio de uma cantina, consegui juntar dinheiro para abrir sozinho o meu negócio, na Rua Bela Cintra. Estudei só até o 4º ano primário, mas acho que aproveitei as oportunidades, pois me dediquei. Emprego hoje 200 funcionários e a convivência com eles, com os ideais que trazem quando vêm do Nordeste, me faz muito feliz, conta.

Leia também: Os benefícios do laser íntimo. Confira 3 motivos para aplicação

Massas frescas
Isabella Mayer
Massas frescas


Na época ele aprendeu tudo na raça, e hoje ele dá 10 dicas, que não teve há 38 anos, para quem está pensando em empreender:

1 - Para empreender é fundamental conhecer bem o mercado que pretende atuar.

2- Ter conhecimento teórico é bom, mas é “necessário” essencial ter vivencia prática. 

3- Sem liderança negócio algum vai para frente. 

4- Esteja pronto para mudar, não fique engessado, porque o mercado é volátil. 

5- Tenha respeito, seja justo, ético e honesto com sua equipe e exija que se comportem da mesma forma para com a empresa e com você. 

6- Crie uma estrutura e um ambiente sólido e seguro para sua equipe, isso vai impactar diretamente no bom convívio e no atendimento ao cliente de forma positiva. 

7- Saiba ouvir, mas não se deixe desviar do seu Foco, lembre-se para não ser mais um, no mercado você precisa agir de diferente dos seus concorrentes. 

8- Comprometa-se a entregar ao seu cliente o que se propõe ex: “Lellis Trattoria nossa especialidade é fazer você feliz!”

9- Cobre o justo não existe mais clientes desatentos, vivemos na era da informação. 

10- Esteja pronto e aberto a aprender sempre, acostume-se a ter olhar e senso crítico. 

Leia também: Acupuntura Facial: conheça 5 benefícios da terapia chinesa milena

Couvert
Divulgação
Couvert


Como nem tudo são rosas, Lellis ainda explica que existem desafios na sua área, como por exemplo formar e manter boas equipes, ele completa que “por isso sempre investimos em formação e capacitação de novos membros e sempre tivemos a preocupação de dar um bom ambiente de serviço, deixamos claro aos novos e mais velhos contratados que sempre vão ter oportunidades de crescimento na empresa”. 

Fora isso poderia destacar que a economia é cíclica é sempre viveremos  crises, maus, médios e bons momentos a dica é: “Seja parceiro do seu cliente nas horas boas e ele será seu parceiro nas  horas ruins!”

Leia também: Saiba 8 maneiras de como os governos locais podem ajudar nos seus negócios

Fusille
Isabella Mayer
Fusille


Empregabilidade

Por um lado, existem os desafios de empresários, por outro, existem os de qualificação profissional. Luiz Gastão Bittencourt, presidente do sistema da Fecomercio CE e vice-presidente do CNC, explica que estima-se que a cada ano chegam ao mercado de trabalho aproximadamente 1,5 milhão de jovens. Diante desse quadro desafiador, é de suma importância que o Governo possa estabelecer políticas que articulem e induzam os entes públicos e a iniciativa privada em um trabalho de economia cooperativa e solidária a fim de promover a ocupação dessa massa de jovens aliada a um intenso trabalho de educação básica e qualificação profissional.

Leia também: Confira 11 maneiras de promover o seu negócio quando está sem dinheiro

Luiz Gastão
FECOMÉRCIO/DIVULGAÇÃO
Luiz Gastão


Ele exemplifica que o Senac no Brasil tem o curso técnico de nível médio como o mais procurado, pois gera uma renda mais rápida comparando ao nível superior, com uma formação técnica consistente e compatível ao que o mercado espera e exige do profissional. Dentre os que mais tem matrículas podemos citar os cursos de enfermagem, estética, ótica e na área de gastronomia - o curso de técnico em cozinha.

Leia também: Conheça 6  cruzeiros extraordinários

Empregabilidade
Divulgação
Empregabilidade


O primeiro desafio no Brasil para integrar o jovem no mercado de trabalho é dar uma condição de educação básica de excelência, esse é o alicerce. E o outro desafio tão importante quanto esse eu diria que reside na capacidade do jovem em se adaptar com flexibilidade às novas condições de ocupação. Se pensarmos em realidades como Inteligência Artificial, Internet das Coisas e Robótica, que se desenvolvem em uma velocidade vertiginosa, os avanços tecnológicos e suas aplicações estão cada vez mais presentes no mundo do trabalho. A inteligência artificial, por exemplo, já é uma realidade em diversos setores, no autoatendimento de bancos, atendimento ao cliente de empresas em geral, nos celulares, nos dispositivos de busca de conteúdos na internet, aplicativos e até em situações mais complexas como resoluções de casos jurídicos. A educação profissionalizante para o século 21 requer um profissional que saiba se adequar rapidamente as inovações e a velocidade da informação e dos avanços tecnológicos.

Já o maior desafio para as instituições que trabalham nesse segmento é sempre se antecipar para estarem preparadas para esse novo mundo do trabalho, finaliza.