Tamanho do texto

Quer entrar na onda da "morena iluminada"? Então aposte na técnica para deixar os cabelos mais loiros sem perder o aspecto natural e a saúde dos fios

A técnica de balayage - ou balaiagem - não é nenhuma novidade no mundo dos cabeleireiros, mas está voltando com tudo como uma forte tendência este ano . A ideia é uma forma de deixar os fios iluminados, mas sem perder o toque de naturalidade. 

cabelo iluminado com técnica de balayage
Reprodução/Instagram/mcbeanwade_hair
O objetivo da técnica de balayage é deixar o cabelo iluminado de forma suave e natural, dando movimento aos fios

Ao Delas , Odila Martins, hair stylist do Jacques Janine Moema, em São Paulo, explica que o balayage é diferente das outras técnicas que clareiam os fios. "Ela não usa papel laminado nem touca, é a mão livre, com pente e pincel, para fazer um clareamento sutil, que não deixa nada marcado nos fios, apenas para iluminar", afirma. 

Além disso, é uma alternativa para deixar os fios loiros e manter a  raiz natural  , já que não precisa ser feita diretamente no couro cabeludo e permite que a mulher tenha mais tempo entre uma coloração e outra. "As mulheres estão optando mais por cores sutis e menos retoque e, por isso, balaiagem é uma boa indicação", comenta a profissional. 

A técnica ainda se adequa a diversas propostas, segundo Odila: "Ela é muito usada para as morenas que querem iluminar os fios ou para evidenciar a cor no corte repicado e, como se usa menos coloração, podemos dizer que a agressão da química é menor também."

Apostando no balayage para uma iluminação natural 

cabelo iluminado com técnica de balayage
Reprodução/Instagram/jetonhairstyle/
O balayage é feito à mão livre e demanda cuidados e atenção do profissional responsável pela técnica

O primeiro passo na hora de aderir à essa tendência é escolher a tonalidade certa de loiro — o que deve ser feito com a ajuda de um profissional.

De acordo com Odila, é um especialista que deve saber o quanto pode descolorir os seus fios para não causar danos e, também, qual cor combina mais com o tom do seu cabelo e da sua pele, por exemplo.

A questão da descoloração pode variar se você já fez algum tratamento químico, alisamento ou se já utilizou algum tipo de tintura antes.

"Dependendo do caso, os cuidados com os fios deverão ser redobrados e talvez você precise se submeter a tratamentos de reconstrução e nutrição antes de optar pela técnica", diz. 

"Já a análise do tom da pele e da cor do cabelo só o profissional consegue fazer, ainda mais se for um cabelo com coloração, que é uma análise mais minuciosa ainda. Também vale levar algumas referências da cor que você quer, procurando as referências sempre de acordo com a cor do seu cabelo. Então, se você é morena e quer ser morena iluminada  , por exemplo, leve referências apenas de morenas", recomenda a hair stylist. 

E como saber se o profissional fez a técnica do jeito certo? Simples: quando há harmonia nas cores. A especialista explica que, normalmente, a cor vai do mel ao loiro em nuances bem sutis, com um toque artístico à coloração, já que a técnica é feita a mão livre e a ideia é ter o cabelo colorido de forma suave, mas com uma estrutura saudável. 

Assim, se as mechas ficam marcadas e com uma cor só ou quando o tom também não é o que a que você desejava, são sinais de que a balayage  foi feita de forma incorreta. "Para correção, o ideal é cobrir todo cabelo com coloração ou tonalizante da mesma cor da raiz, para então refazer a técnica de iluminação", orienta Odila. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.