Orgasmo no sono
Reprodução/Annie Spratt
Orgasmo no sono



Que atire a primeira pedra quem nunca acordou depois de ter um sonho super caliente e até desejou voltar a dormir! Além dos sonhos eróticos, não é incomum mulheres terem  orgasmos dormindo. Reunimos relatos de mulheres que já passaram por essa experiência prazerosa no sono e conversamos com o ginecologista Rodrigo Ferrarese para entender mais sobre o momento.


A situação pode ser nova para muitas leitoras, afinal, muitas mulheres não sabem que existe essa possibilidade. Quem nunca passou por essa situação, considera as mulheres que já chegaram no ápice do prazer dormindo como as preferidas do universo, já que o orgasmo pode ser muito difícil de se alcançar para algumas.

“Nem todas as mulheres chegam ao orgasmo e, para algumas, tudo bem. Mas todas deveriam conhecer melhor o corpo e procurar vivenciar a experiência. É um acontecimento fisiológico que promove a sensação de bem-estar”, diz o especialista. 

Ferrarese explica que não existe um fator específico que desencadeia orgasmo durante o sono. “Apesar de ser uma reação igual a que ocorre com a paciente acordada, não há nada específico que permita programar um orgasmo noturno. Mas pacientes com muitos estímulos eróticos - e com restrições eróticas por cultura ou religião - podem ter o orgasmo mais facilmente durante o sono“.

O médico diz que mesmo que as pacientes só consigam chegar ao orgasmo dormindo, isso não é, necessariamente, um problema. “No contexto sexual, o "problema" só é um problema de fato quando incomoda a paciente”, diz.

Você viu?

Leia a seguir depoimentos de mulheres que já viveram a experiência. Elas contam que acordam bem dispostas no outro dia, além de dormirem como bebês depois do orgasmo.

"Fiquei me perguntando se tinha ficado louca"

“A primeira vez eu estava tendo um sonho erótico e sentia muito prazer. Tive um orgasmo tão forte que acordei na cama, segurando as cobertas com força. Fiquei mega constrangida, mesmo sozinha. Mesmo sendo um sonho fiquei me perguntando se eu tinha ficado louca. Mas poucos dias depois aconteceu de novo, e depois de novo, com sonhos cada vez mais inusitados (em um deles eu tinha um pênis!). Houve uma época em que eu tinha pelo menos 1 por mês. Acabei me acostumando e curtindo quando acontecia, sempre acordei em todos, mas voltava a dormir logo em seguida bem mais relaxada. Hoje em dia, se não rolar, ok, mas se rolar, maravilha! Durmo bem melhor.”

Marina*, 20 anos, atendente de telemarketing 


Surpresa!

“Aconteceram várias vezes, mas a primeira vez foi bem estranha por que eu não sabia que era possível ter um orgasmo sem toque ou sem ser numa relação sexual. Houve um sonho erótico e a intensidade do orgasmo foi realmente forte a ponto de molhar a calcinha.”

Amanda*, 30 anos, professora 


Quando a sorte vem mais de uma vez 

“Orgasmos no sono já ocorreram mais de uma vez comigo e sempre envolviam sonhos eróticos. O melhor e mais bizarro é que tudo parece extremamente real e tudo fica mais à flor da pele e amplificado, o toque e até mesmo o prazer durante o ato. Tive certeza mesmo quando acordei e achei ótimo pois me lembrei da sensação que tive dormindo, torcendo pra que acontecesse de novo”.

Mariana*, 23 anos, estudante


Experiência de anos  

“Eu tenho pré-orgasmos durante o sono há anos já. Algumas vezes finaliza. Geralmente, os sonhos são sim eróticos e, às vezes, acordo quando tenho, mas às vezes continuo dormindo mesmo. Não tenho essas experiências com muita frequência”.

Joana, 22 anos, estudante

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários