Casos de mulheres que só descobrem a gestação na hora do parto são raros e, para especialistas, podem ter causas psicológicas

Alterações de peso e pouca atenção ao próprio corpo podem mascarar a gravidez
Getty Images
Alterações de peso e pouca atenção ao próprio corpo podem mascarar a gravidez
Pode parecer impossível, mas acontece: há mulheres que só descobrem a própria gravidez ao entrar em trabalho de parto. Os casos são tema do programa da televisão por assinatura “Não Sabia Que Estava Grávida”, pelo canal Home & Health. Mas não acontecem só nos Estados Unidos: em 2007, a jovem Giovanna Soares Pereira tomou um susto ao se tornar mãe durante um voo de avião. O ginecologista e obstetra Eduardo de Souza, do Hospital São Luiz, em São Paulo, conta que este tipo de acontecimento é muito raro. E as razões vão além do corpo: a grávida pode estar, inclusive, negando a própria gravidez.

Leia também
Gravidez semana a semana: as alterações no seu corpo e a evolução do seu bebê

No caso de Giovanna, a cirurgia para redução do estômago, feita cerca de sete meses antes, confundiu o decorrer da gestação. Ao longo do período, ela perdeu peso e, prestes a dar à luz, relacionou as dores à operação realizada anteriormente. Para o médico, mulheres passando por variações muito grandes de peso podem mesmo não perceber a gravidez. “Elas começam a emagrecer e não notam as mudanças corporais. Acham que tudo é por causa da cirurgia”, diz. Como nem todo mundo sente os sintomas clássicos da gestação, como as náuseas, fica mais difícil se dar conta.

Foi o que aconteceu com a britânica Claire Durick aproximadamente quatro anos atrás. Quando se sentiu mal no casamento do pai, ela imaginou ter sofrido uma intoxicação alimentar. Mas ao chegar ao hospital, deu à luz um menino batizado de Carter. De acordo com o site do jornal britânico “Daily Mail”, ela não tinha sentido sintoma algum da gestação. Nem enjôos, nem os movimentos do bebê. Nada. “Definitivamente, eu não parecia estar grávida”, disse ao jornal.

Sangramentos, obesidade e menopausa


Não é incomum passar por pequenos sangramentos durante a gestação e creditá-los ao ciclo menstrual normal. “Mas é raro isso confundir a tal ponto de não perceber a gestação”, diz Eduardo.

Estar acima do peso ideal também pode dificultar a percepção da gravidez. Foi o que aconteceu com a brasileira Cláudia Fernanda Maranhão Silva. Ela deu à luz uma menina no banheiro da casa onde morava em 2007, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Cláudia era obesa e, uma semana antes, tinha ido a um posto de saúde para fazer um teste de gravidez, mas deu negativo.

O diagnóstico foi equivocado, mas outros motivos podem confundir a mulher. Se ela for muito distraída, cheia de compromissos e pouco ligada ao próprio corpo, também corre riscos de não descobrir a gravidez em curso. “A mulher pode se atrapalhar com o ciclo menstrual, por exemplo, e não dar atenção a isso”, diz o médico Eduardo Souza. “Às vezes ela está com menstruação irregular e acha que é por causa da menopausa, e não irá mais engravidar”.

Psicologia da negação

Para Eduardo Souza, além dos aspectos físicos, há um componente psicológico. Quando a mulher descobre a gravidez em cima da hora, pode estar com dificuldades em aceitá-la. O ginecologista Eduardo Motta, especialista em reprodução humana da Unifesp, concorda: “É muito difícil uma mulher chegar aos nove meses sem perceber nada”.

De acordo com o ginecologista e obstetra Malcolm Montgomery, autor de “Mulher: um Projeto sem Data de Validade” (Integrare Editora) e outros livros relacionados ao tema, a gravidez pode estimular alguns mecanismos naturais de defesa do ego. “A gestante pode sofrer uma ambivalência de sentimentos e até mesmo uma crise de identidade”, diz ele. Em alguns casos há também a negação do próprio corpo. É o caso da mulher que, ao começar a sofrer os sintomas da menopausa, não aceita a chegada da fase e prefere acreditar estar grávida. “Mesmo sem ter tido relacionamento sexual recente, na cabeça dela a gravidez está acontecendo”, exemplifica Malcolm. O oposto também é verdadeiro. “Sempre há gestações que, no fundo, a mulher não queria”, conclui.

Leia também
Efeitos da gravidez: isso é normal?
Tudo que a grávida pode ou não fazer durante a gestação

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.