Fazer as crianças despertarem o lado criativo é simples e ainda as transformam em adultos mais preparados

Quando são pequenos, a capacidade de imaginar é infinita: fazer cabanas com lençóis, transformar a vassoura num cavalo alado e caixas de papelão em foguete são algumas das formas que as crianças mostram sua criatividade.

Embora os filhos tenham facilidade de demonstrar o seu lado criativo, os pais devem incentivar essas atividades. Isso vai fazê-las ter a sensação de que suas ações são importantes para a família. Para ajudar nessa tarefa, listamos algumas dicas para você estimular ainda mais a criatividade do seu filho.

Tome nota!


Quando a criança é estimulada a desenvolver sua criatividade, ela tende a ser um adulto com mais chances de alcançar uma vaga de emprego melhor, por exemplo. “Hoje, a criatividade é vista como um grande diferencial nos profissionais modernos. Essa competência, que tem sido a base de grandes ideias e criação de ótimos negócios, é também uma ferramenta importante na solução de problemas na busca de inovação”, explica Jô Furlan, médico, professor e pesquisador na área de Neurociência do Comportamento.

Ao despertar a criatividade da criança, você está ajudando no desenvolvimento de uma série de habilidades importantes, como explica Silvana Bergmann, coordenadora da 1ª fase do Ensino Fundamental do Centro Educacional Sigma. “A criança necessita de um clima propício para adquirir as habilidades de pensar, comportar-se socialmente, resolver problemas e criar”, alerta.

São infinitas as possibilidades de estimular os pequenos a serem mais criativos, basta os pais terem disposição e doar seu tempo em favor dos filhos. “A criança vive em um mundo repleto de descobertas e desafios. Podemos reforçar a criatividade estimulando a curiosidade”, aconselha o médico.

Aproveite a fase dos “porquês”

Seu filho está na fase dos “porquês”? Aproveite para fazer um jogo interessante: peça para que ele responda as suas próprias perguntas. “Apesar de algumas respostas superarem o absurdo você estará estimulando o pensamento criativo”, explica Furlan.

Outra dica fundamental da educadora é não deixar que a falta de tempo os impeça de oferecer novo para a criança “Fazer sempre as mesmas coisas torna o cérebro preguiçoso. É preciso despertar a imaginação em vez de confiar o entretenimento somente à televisão”, diz Silvana.

Leia mais:
Brinquedos de papelão para se divertir
31 ideias para se divertir com as crianças sem gastar muito

Para isso, vale recorrer às brincadeiras de antigamente: “Ajude a criança a criar um mundo de fantasia usando objetos como carrinhos de brinquedo, uma bacia que sirva de barco e um regador para simular a chuva, por exemplo”, recomenda Furlan.

Seguindo essas dicas, você pode tornar os momentos ao lado do seu filho muito mais do que um instantes de lazer, mas um mundo de aprendizado e estimulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.