Sexóloga e colunista do Delas, Fátima Protti esclarece dúvidas de leitores que querem agradar as parceiras na primeira transa

"A mulher pode ter orgasmo na primeira vez? Quais posições e atitudes melhoram essa primeira vez? E quando é a primeira vez com um determinado parceiro (não a primeira vez na vida)?"

Aliviar o nervosismo com romance e caprichar nas preliminares tornam a primeira transa mais prazerosa
Getty Images
Aliviar o nervosismo com romance e caprichar nas preliminares tornam a primeira transa mais prazerosa

A primeira transa feminina geralmente é marcada por expectativas e dúvidas sobre dar e ter prazer sexual.

De maneira geral, a insegurança, a tensão em relação ao desempenho na cama e ao coito impedem a mulher de entrar no clima erótico. Desfocam sua atenção das carícias, da excitação tomando conta de todo seu corpo e, consequentemente, atrapalham na lubrificação adequada da vagina para a penetração.

Leia também: 69 posições sexuais

Também não é incomum a mulher se sentir insegura na primeira transa com um novo parceiro. Em ambos os casos, é fundamental que ela sinta confiança e atração sexual pelo parceiro. Isso cria um clima de descontração entre o casal. As expectativas negativas, do tipo "algo vai dar errado, não sou boa de cama, ele não vai gostar", só servem para deixá-la nervosa e ansiosa.

Muitas pensam na vergonha, têm medo das dores durante a penetração ou de não agradar. Outras, mais desencanadas, conseguem viver a novidade da primeira relação com maior descontração.

Os rapazes também têm suas dúvidas quando a lua-de-mel se aproxima e as futuras esposas são virgens. Para eles tenho algumas dicas:

A sexóloga e colunista Fátima Protti tira dúvidas das leitoras
Edu Cesar/Fotoarena
A sexóloga e colunista Fátima Protti tira dúvidas das leitoras

- A combinação de romance e sexo funciona bem. Elogios, carícias por todo o corpo, uma combinação de palavras carinhosas e eróticas ao ouvido e uma "pegada" (mostrar que sabe o que está fazendo) são preliminares poderosas.

- Acariciar o clitóris com os dedos, descendo até o introito vaginal (parte inferior da vagina, bem perto do orifício por onde sai a urina), auxilia na excitação. Massageie a entrada da vagina com a ponta dos dedos, dessensibilizando o lugar, para depois vagarosamente introduzir o pênis.

- Não tenha pressa de ir para a penetração. A mulher precisa estar bem excitada. Quanto maior a excitação, menor a possibilidade de sentir dor e maior a facilidade para ter o orgasmo na primeira relação.

- O sexo oral é uma prática que provoca muita excitação, mas é preciso saber se ela se sentirá à vontade.

- A posição preferida dos casais na primeira transa é o "papai e mamãe". Além de facilitar o contato visual e o beijo, o homem consegue roçar o seu púbis no clitóris. Mas cuidado para não colocar o peso do corpo sobre ela, impedindo-a de respirar. Outra posição que pode favorecer a mulher é ele deitado de costas e ela por cima. Aqui ela tem o controle para introduzir aos poucos o pênis. Com a prática, o casal encontrará as posições que favorecem o prazer de ambos.

Lembre-se, nem tudo precisa ser feito em uma única transa. Paciência e um certo relaxamento são fatores importantes para o prazer sexual. Nervosismo só atrapalha. Tudo dará certo se curtirem o momento a dois.

* Fátima Protti é psicóloga, terapeuta sexual e de casal. Pós-graduada pela USP e autora do livro “Vaginismo, quem cala nem sempre consente". Escreva para a colunista: delas_amoresexo@ig.com.br

Leia mais colunas de Fátima Protti

Leia mais em Amor e Sexo:
Sete atitudes que melhoram um relacionamento desgastado
Desregulagem hormonal e fatores que afetam a libido
16 lições dos relacionamentos dos famosos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.