Serenidade e fé: aprenda a cultivar o sagrado feminino para uma vida mais abundante
Redação João Bidu
Serenidade e fé: aprenda a cultivar o sagrado feminino para uma vida mais abundante

Quando aplicamos o olhar voltado para o reconhecimento da abundância em nossa vida, abrimos um canal muito importante com algo superior, que traz uma visão abençoada sobre o que temos, somos, merecemos e aprendemos. Quantas boas oportunidades você recebeu em dias em que se sentia feliz? Parecia que o universo estava conspirando, certo? E, estava!

​​COMO SERÁ O SEU DIA HOJE? DESCUBRA TUDO NO HORÓSCOPO DIÁRIO ! LÁ TEM TODAS AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

Esse canal precioso que se abre para os que têm serenidade e fé diferencia a experiência aqui neste plano. Dias ruins se tornam piores quando não se está bem, pois o que te motiva, move, inspira é uma força propulsora que sempre acaba provocando um resultado.

O sagrado feminino acompanha todas as pessoas, todos os gêneros, não importando quem você é. A nossa ancestralidade é preciosa e celebrar as mulheres da nossa história é reconhecer todo o empenho em contribuir para quem nos tornamos.

O Dia Internacional da Mulher, comemorado esta semana, é só um dia que nos conectamos com essa energia abençoada para atrairmos algo especial, benéfico, sagrado. Se a sua avó, por exemplo, gostava de alguma coisa específica, celebre a memória dela, pois algo muito profundo poderá fluir para você.

Entenda que tantas coisas acontecem mesmo que não tenhamos o total controle. O tempo todo, tudo se movimenta e o nosso preparo para aproveitar o fluxo é o que nos ajuda a compreender este merecimento. Não menos importante, estarmos conectados a este sagrado feminino é estender a mão para um próximo que possa necessitar de algum tipo de ajuda. Ter a bendita boa sorte de ajudar é um grande alívio e do qual talvez seja a parte que recebe ajuda. Uma palavra de conforto, um convite, uma mensagem afetuosa ou apenas um “como vai você?”. 

Leia Também

Quem olha para dentro desperta, quem olha para fora, acorda! Estamos em um momento precioso de vida, celebre sua paz, sua saúde, as bênçãos do alimento, do teto, das pessoas por perto. Agradeça por enxergar, ter para quem voltar, ter quem amar, independente das dificuldades do relacionamento. Paciência, entendimento sobre o que o outro não tem para contribuir, seja perspicaz, tenha um olhar mais apurado e cultive a serenidade sempre.

Texto: Michele Sensitiva, taróloga, trabalha também com a Mesa Radiônica e a Astrologia. Além disso, também lê borra de café, baralho de naipes, Baralho Cigano e Dadomancia.  Site: www.michelesensitiva.com

Leia Também

Lua Crescente em Gêmeos: é hora de correr atrás dos objetivos

Jade x Arthur: a astrologia explica essa rivalidade?

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários