Princesa Mako e Kei Komuro são noivos desde 2017
Reprodução/Instagram @cofrereal
Princesa Mako e Kei Komuro são noivos desde 2017

Princesa Mako, 29, é neta do imperador Akihito do Japão, e está prestes a desistir do seu  título real para casar com seu ex-colega de faculdade, Kei Komuro. Ela também deve abrir mão de um pagamento único correspondente à US$ 1 milhão de dólares, de acordo com o comunicado feito sábado (25) à mídia local. O casamento entre os dois é uma  polêmica real e já foi atrasado uma vez pelo status de plebeu do noivo.

A princesa Mako e Kei anunciaram o noivado em 2017, mas um ano depois decidiram adiar o casamento por serem muito jovens, dizendo que precisavam de tempo para planejar o futuro juntos. Fontes da Casa Imperial disseram à CNN na época que o adiamento foi devido à "falta de preparação". Segundo a secular lei japonesa, o casamento entre um membro da realeza e um plebeu exige que a princesa Mako abra mão de seu status real.

Os membros que saem também têm direito a um pagamento único. No entanto, o governo deve concordar que a princesa renuncie ao pagamento, no valor de até 150 milhões de ienes (US $ 1,35 milhão) para a realeza desistir de seu status para se casar com plebeus. A emissora NHK disse que a data do casamento pode ser anunciada em outubro e a mídia japonesa especula que o casal tem planos de morar nos Estados Unidos.

Falta realeza

A lei imperial permite que o trono seja passado apenas para herdeiros do sexo masculino. As outras princesas solteiras da família também perderiam seu status real se se casassem com plebeus - uma possibilidade que poderia deixar a família imperial sem membros suficientes para cumprir seus deveres públicos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários