Tamanho do texto

Mãe e filha emocionaram os convidados ao andarem até o altar juntas um mês antes de Leona perder a batalha contra um câncer de medula óssea

Jessica e Adam Quigley se casaram em novembro de 2017, mas para eles a cerimônia de casamento foi muito mais do que um momento simbólico para oficializar o amor que sentem um pelo outro. Naquele dia, a mãe da noiva, Leona, que tinha câncer, também conseguiu  passar o dia com a filha — isso porque ela precisou ser internada no hospital na manhã seguinte. 

O casamento de Jessica foi o último dia em que Leona esteve fora do hospital; ela foi diagnosticada com câncer em 2016
Divulgação/McKay Wedding Photography
O casamento de Jessica foi o último dia em que Leona esteve fora do hospital; ela foi diagnosticada com câncer em 2016


A família sabia da doença desde 2016, quando Leona foi diagnosticada com mieloma múltiplo, um tipo de câncer que afeta originalmente a medula óssea. Dez meses depois, Jessima e Adam ficaram noivos e começaram a planejar o  casamento para o ano seguinte sem pensar que havia a possibilidade de Leona não estar bem para viver esse momento com eles. 

Quando os sintomas do câncer , mesmo com a quimioterapia, ficaram mais intensos, o casal cogitou adiantar a cerimônia mesmo contra a vontade de Leona. "Ela estava muito teimosa sobre o quão doente estava, ela não deixava a gente mudar a data e mantivemos a mesma", contou Jessica em entrevista ao Daily Mail Australia  .

Segundo a noiva , Leona não tinha muito mais tempo de vida, mas mesmo assim ela conseguiu se manter firme. "Minha mãe foi uma lutadora e até os médicos falaram que ela não viveria mais tanto tempo, ela lutou todo dia e continuou lutando até o meu casamento", completou.

Leia também: Noiva dança com o pai que tem doença terminal e emociona convidados

Mãe e filha emocionaram convidados em casamento

Mãe e filha emocionaram os convidados ao andarem até o altar juntas e aproveitar esse momento juntas no casamento
Divulgação/McKay Wedding Photography
Mãe e filha emocionaram os convidados ao andarem até o altar juntas e aproveitar esse momento juntas no casamento



Jessica contou que a mãe estava tão debilitada por causa do câncer que precisou ser transportada em um carro especial para a cerimônia, que aconteceu em Sydney, na Austrália. "Ela caiu no caminho e, quando chegou no local, tinha vários arranhões no rosto e no pescoço. Precisei pedir que o meu maquiador cobrisse os machucados. Meu cunhado ajudou minha mãe a chegar até o altar usando um andador e depois eu andei com ela para apoiá-la."

Leona também fez um discurso, no qual afirmou que "não estaria presente para segurar a mão da filha todos os dias, mas estará sempre em seu coração". Na manhã seguinte, ela precisou internada e permaneceu no hospital até seus últimos momentos de vida. 

A filha afirma que compartilhar esse momento com mãe em seu casamento foi mais do que especial. Hoje, ela está grávida e compartilhou que Leona já havia separado um presente para o neto antes mesmo dele existir. "Mal posso esperar para passar esse legado à diante", finaliza.