Na última semana, a marca de lingeries e roupas íntimas da cantora Rihanna , Savage x Fenty, realizou a gravação de mais um de seus desfiles multimídia , causando alvoroço nas redes sociais. Apesar de recente, a marca sacudiu a indústria da moda e está ajudando a tornar as passarelas e vitrines em lugares que veem e apoiam a diversidade .


rihanna no meio de duas modelos
Reprodução
Gravação do Savage x Fenty Show Vol. 2, de Rihanna, aconteceu na última semana; marca é lembrada por adotar diversidade de corpos



No dia do evento, Rihanna deu uma entrevista ao canal E! sobre a proposta de dar visibilidade para mulheres negras e outras fora do padrão de beleza dominante, como as mulheres gordas . A intenção dela com a marca é fazer com que todos se sintam "convidados" e "bem-vindos". “A Savage é uma casa, uma família. É um lugar seguro para todos”, afirmou a cantora.

Flávia Durante, empreendedora de moda e especialista em moda plus size há uma década, explica que a discussão sobre diversidade de corpos já é tema de debate no Brasil há muito tempo, principalmente quando se trata de moda plus size.

“Tem marcas nacionais que fazem o mesmo ou até com maior alcance, com numerações que chegam até o 60 e o 70 e que trabalham com manequins bem diversos. Mas não chega nem perto da visibilidade que a Fenty tem, tanto pela verba quanto pelo fato de o brasieiro não valorizar o que é feito aqui”, explica Flávia, que também é idealizadora da feira de varejo  Pop Plus .

A especialista chama atenção ainda para empresas que se dizem plus size, mas “distorcem” a imagem da mulher do dia a dia ao contratar mulheres gordas sem barriga, sem estrias e sem papadas — isso quando o photoshop não é exagerado.

Pensando nisso, o Delas separou 7 marcas de roupas (a maioria do Brasil!) que pautam diversidade de corpos para você conhecer, se inspirar e, quem sabe, virar fã. Vem conferir.

1. Liebe Lingerie

cinco mulheres de lingerie
Divulgação/Liebe
A marca Liebe aposta em diversidade de corpos em suas coleções de lingerie


É uma marca de  lingeries brasileira que existe desde 2005. O lema da Liebe Lingerie é nutrir a autoestima das mulheres e valorizar a singularidade de cada uma com suas calcinhas, sutiãs e bodies . Para isso, é imprescindível para a marca atender a todos os tipos de corpos com conforto e beleza.

"Toda mulher merece conforto, saúde e beleza nas peças que veste. Nós queremos fazer a diferença não apenas no mercado, mas principalmente na autoestima das nossas clientes. Nosso propósito como marca é vestir as mulheres como elas são, afirma Cairo Benevides, CEO da Liebe Lingerie.

2. Chica Bolacha

A Chica Bolacha é uma loja criada por mãe e filha, Zanza e Thayná, e tem como intuito praticar o que chamam de "democracia da moda". A marca disponibiliza peças para mulheres de todos os tamanhos, de todos os estilos. "Nunca tivemos restrições na hora de criar. Não criamos peças para as  pessoas gordas ou magras, criamos para mulheres e elas são de todos os tamanhos", afirma a dupla.

3. Diva's Plus

mulheres usando lingerie
Divulgação/Diva's Plus
Peça da campanha da linha "Eu Básica", em que a Diva's Plus lançou peças nudes em diversos tons de pele


A marca Diva's Plus veste até o número 64 e é conhecida pela linha “Eu Básica”, em que lançou modelos em cores nude de diversos tons de peles diferente. Os modelos também são variados e agradam a mulheres de diversos estilos. Indicação do Guia Pop Plus .

4. Ashua Curve & Plus Size

montagem de mulheres usando roupas plus size
Divulgação/Ashua Curve & Plus Size
Peças da coleção Primavera/Verão da marca Ashua Curve & Plus Size


A Ashua Curve & Plus Size foi criada em 2016 dentro das lojas de varejo Renner. No entanto, a marca começou a se expandir em 2018 e agora tem um site e oito lojas físicas espalhadas pelo Brasil. A numeração vai do 46 ao 54 e promete entregar estilo, qualidade e conforto a preços acessíveis. As coleções priorizam corte e tendência para todos os gostos.

5. Clamarroca Plus

duas mulheres usando calça jeans plus size
Divulgação/Clamarroca Plus
A Camarroca Plus é ideal para quem busca jeans do 44 ao 60


Adora um jeans ? Essa é a especialidade da Clamarroca Plus, que ajuda mulheres e homens a encontrarem roupas de numerações entre o 44 e o 60. A loja foi criada pela advogada Mari Rodrigues, que passou por problemas para encontrar roupas, já que também é uma mulher fora do padrão. Indicação do Guia Pop Plus .

6. Good American

A Good Americans é uma parceria entre Khloé Kardashian e Emma Grede e nasceu com o intuito de mostrar o que significa ser uma mulher hoje, quebrar barreiras e ser extremamente inclusiva. E a resposta delas é: linda de todos os tamanhos.

montagem de mulher usando macacão da Good American
Reprodução/Good American
A Good American surgiu de necessidade de Khloé Kardashian e Emma Grede de criar roupas que serviam nelas mesmas e em mulheres que tinham o mesmo problema


A label produz peças que vão do 34 ao 56 e faz questão de incluir também as mulheres negras nas fotos de divulgação.

Segundo Khloé, as duas decidiram criar uma marca depois de assumirem que tinham dificuldades de encontrar  calças jeans para seus tamanhos. “Nós sabíamos que se tínhamos este problema, outras mulheres também teriam”, diz a Kardashian no texto do site oficial da marca.

7. Daya By Zendaya

Zendaya se tornou uma das it girls de 2020. Como se não bastasse o talento na atuação, a  ganhadora do Emmy de Melhor Atriz de Drama deste ano arranca suspiros por seus looks mega estilosos — seja no tapete vermelho ou quando é clicada pelos paparazzis. Ela leva esse estilo street descolado para sua coleção, chamada Daya By Zendaya. As roupas vão do 34 ao 50. Para ela, levar seu estilo para a marca ajuda a torná-la mais autêntica e verdadeira.

    Leia tudo sobre: rihanna

    Veja Também

      Mostrar mais