Rowena Salas  ficou internada durante quatro meses, recebendo alta só a algumas semanas
DIVULGAÇÃO/HCA HEALTHCARE'S SUNRISE HOSPITAL & MEDICAL CENTER
Rowena Salas ficou internada durante quatro meses, recebendo alta só a algumas semanas

Separada de sua primeira filha logo após ter dado à luz, a norte-americana Rowena Salas vem lutando contra a Covid desde novembro de 2021. Por isso ela só pode conhecer a filha após 98 dias do seu nascimento. "Eu disse a mim mesma: ninguém irá cuidar dos nossos filhos tão bem quanto a gente gostaria, então eu preciso me recuperar logo, eu tenho de ficar firme de novo'', conta.


De acordo com o jornal Good Morning America, a vida de Rowena  virou de cabeça para baixo desde o ano de 2020. Grávida de 7 meses, perdeu o seu companheiro Jaime Sala em março de 2020, no início da pandemia, em decorrência a uma pancreatite hemorrágica. 

Para piorar a sua situação, a jovem acabou por ser contaminada pela Covid 19. Com isso ela foi obrigada a fazer uma cesariana de emergência para salvar a própria vida e a do bebê. 

Leia Também

"Eu me lembro de responder 'eu não estou preparada para isso, o bebê ainda não está pronto para vir', eu estava surtando com tudo aquilo", afirmou ela ao GMA. "Depois disso, eu só me lembro que acordei e era janeiro. Batizada com o nome de Oliver, a criança nasceu no dia 25 de novembro de 2021. Ela foi aos cuidados da irmã mais velha de Rowena, Mia, depois de passar um período na UTI neonatal de Las Vegas.

A mãe, por outro lado, passou longos quatro meses internada no Sunrise Hospital, em Las Vegas, recebendo tratamento intensivo contra o Coronavírus. Ela conta que quando recobrou a consciência só conseguia pensar em como cuidaria de Oliver sem seu marido.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários