Brenda exibe os quíntuplos Alejandro, Lelani, Amara, Antonio e Humberto
Reprodução/Facebook/Brenda Raymundo
Brenda exibe os quíntuplos Alejandro, Lelani, Amara, Antonio e Humberto


Considerada infértil pelos médicos, Brenca Raymundo deu à luz cinco bebês no Texas, Estados Unidos. Ela havia sido diagnosticada com síndrome dos ovários policísticos, condição que impede os ovários de produzir óvulos. 

Brenda e o marido, Alejandro, ambos de 28 anos, passaram anos tentando construir uma família. Contrariando as expectativas médicas, ela engravidou com a ajuda de um medicamento para fertilidade. O casal tentava sem sucesso há mais de três anos ter filhos, até que decidiram visitar uma clínica de fertilidade em outubro do ano passado. 

Brenda tomou o medicamento, que estimula ovários a produzirem óvulos. Em dois meses, ela engravidou. A mulher oi levada às pressas para o hospital com suspeita de gravidez ectópica com risco de vida, em que o bebê se desenvolve na trompa de Falópio, em vez de no útero. 

Você viu?

Os médicos, porém, comprovaram que o feto estava no útero e os batimentos cardíacos estavam normais. Na semana seguinte, Brenda voltou para um exame de rotina, quando viu "cinco bolhas de ar" no exame. Uma ultrassonografia confirmou cinco bebês e não um. 

"Ninguém espera ser informado em uma semana de que está grávida de um bebê e, na semana seguinte, descobrir que na verdade há cinco lá dentro, disse Brenda ao The Sun.

Brenda disse que realizava exames toda semana por conta do alto risco. Os cinco bebês nasceram em 17 de maio: Alejandro pesando 1,4 kg; Lelani com 1,36 kg; Amara, com 1,49 kg; Antonio, com 1,72 kg; e Humberto, com 1,41 kg. 

"Os médicos disseram que eles nasceram com bons pesos para quíntuplos e também saudáveis, o que foi uma notícia incrível. Sentimo-nos muito sortudos", disse a mãe. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários