Um vídeo de um menino chorando após ter sofrido bullying na escola está comovendo as redes. Ele se chama Quaden Bayles, tem nove anos e nasceu com acondroplasia, o tipo mais comum de nanismo. A mãe dele, Yarraka Bayles, foi quem postou a filmagem no Facebook. Ela conta que foi buscar o filho na escola e viu outros alunos fazendo comentários sobre a estatura dele. 

Leia também: Com marca de nascença no rosto, criança sofre bullying e mãe faz apelo

Quaden arrow-options
Reprodução/Facebook
A mãe de Quaden o filmou chorando após testemunhar um episódio de bullying e o caso viralizou nas redes

Nas imagens, Quaden aparece chorando dentro de um carro e diz que quer tirar a própria vida. 

A mãe conta o ocorrido: "Acabei de buscar meu filho na escola, testemunhei um episódio de bullying , liguei para o diretor e quero que as pessoas saibam - pais, educadores, professores - esses são os efeitos que o bullying causa. Por favor, eduquem seus filhos, famílias e amigos. Eu preciso de mais conselhos, quero que as pessoas saibam o quanto isso está nos machucando como família."

Yarraka, que vive com o filho na Austrália, também diz que não gostaria de compartilhar esse momento nas redes, mas "não pode mais esconder o que acontece", já que vai além da escola e as pessoas apontam as diferenças do menino em outros locais. "Tenho postar apenas as coisas boas, mas isso está afetando uma criança de nove anos e eu vou precisar ficar sempre de olho nele por causa das tentativas de suicídio. Esse é o efeito do bullying", diz. 

O vídeo já foi assistido mais de 20 milhões de vezes e compartilhado por mais de 333 mil pessoas. 

Leia também: Menina de apenas 6 anos precisa ser internada após sofrer bullying

Depois da repercussão, Quaden deu uma entrevista ao canal de TV australiano NITV e agradeceu o apoio. "Se você sofre bullying, apenas se defenda e não ouça o que eles dizem. Os pais deveriam ensinar os filhos a serem legais com quem tem alguma deficiência", afirma. 

Quaden recebe apoio de famosos

Depois que o vídeo viralizou, Quaden está recebendo apoio de diversos internautas, inclusive famosos. O comediante estadunidense Brad Williams, que também tem nanismo, arrecadou mais de $200 mil dólares (R$ 878 mil) para levar para o menino para a Disney. 

"Criei essa vaquinha para dizer a Quaden que o bullying não será tolerado e que ele é um ser humano maravilhoso que merece alegria. Quero trazer Quaden e a mãe para os Estados Unidos, hospedá-los um ótimo hotel e levá-los para a Disney. Isso não é apenas para Quaden, é para todos que sofreram bullying em suas vidas e ouviram que não eram bons o suficiente. Vamos mostrar a Quaden e aos outros que há coisas boas no mundo e que eles são dignos delas”, escreveu o comediante. 

Leia também: Professora "imita" aluna e corta cabelo depois de criança ser vítima de bullying

Segundo ele, uma parte do dinheiro da vaquinha será doado para organizações anti- bullying . Outros famosos, como Hugh Jackman, também expressaram apoio nas redes. "Quaden, você é mais forte do que pensa, amigo. E não importa o que aconteça, estou do seu lado", disse o ator no Twitter. 

    Veja Também

      Mostrar mais