Tamanho do texto

A grávida resolveu desabafar e pedir alguns conselhos sobre o tema na web

Uma grávida, de 29 anos e que não teve a identidade revelada, escreveu uma mensagem emocionante para explicar sua decisão de colocar seu filho para adoção. Em uma publicação no fórum Reddit , a mulher conta sobre a batalha que enfrenta com sua saúde mental e afirma que não está preparada para criar o bebê sozinha.

Leia também: Mãe faz relato sincero e afirma amar mais filha adotiva do que biológica

mulher grávida triste
shutterstock
Gestante, que não teve a identidade revelada, diz que não tem condições de criar o filho e, por isso, optou pela adoção

Na postagem, ela diz que, ao entregar o filho para adoção , ele poderá viver em boas condições e ter um lar estável com dois pais amorosos. Apesar de já estar decidida, ela resolveu buscar conselhos na web para saber se deve ou não escrever uma carta para o pequeno que irá nascer e explicar por quais motivos não pode mantê-lo.

“Estou deixando-o para ser adotado para que ele possa ter uma vida melhor. Depois que ele nascer, vou até uma clínica fazer tratamento com profissionais para melhorar. Vocês acham que seria apropriado que eu lhe escrevesse uma carta para explicar toda essa situação?”, questiona.

Leia também: Mãe de 13 filhos adotivos: "Muitos não estariam vivos se não estivessem aqui"

Em seguida, a gestante diz que é bipolar e que sente não ter condições de criar o menino, especialmente sem ajuda. “Ele merece pais que o querem e podem cuidar dele. Eu estou tão deprimida desde que eu e o pai dele terminamos que passo dias na cama. Sei que não consigo lidar com uma criança no meu atual estado. O bebê merece um lar saudável e feliz”, completa.

Reação da web mostra empatia

Mais de mil pessoas comentaram o post da mulher e, por lá, compartilharam seus pensamentos e lhe desejaram boa sorte. “Como alguém que foi adotado e tem uma vida ótima, eu adoraria ter uma carta dizendo simplesmente as razões que levaram a isso”, diz um dos usuários.

Outros comentários também demonstraram empatia. “Estou tão orgulhosa de você por perceber que você não está em uma boa posição para criar um filho e, portanto, colocá-lo para adoção. Imagino que essa é uma decisão muito difícil de tomar”, ressalta uma mulher.

Leia também: História de adoção: mãe descobre que filhos adotivos são irmãos biológicos

"Você é tão doce e tudo o que você estava dizendo neste post me faz acreditar que você é realmente uma boa pessoa”, diz outro. "Você deve oferecer alguma informação aos pais que vão fazer a adoção . Por favor, não espere nada em troca para não se machucar”, alerta mais um.