Tamanho do texto

A mãe afirma ter se "importado muito com a opinião de familiares" e acabou registrando o bebê com um nome "aleatório" — algo que hoje se arrepende

Escolher o nome do filho nem sempre é uma tarefa fácil. Não são todas as mães e pais que têm o nome perfeito na manga e é comum que muitos  fiquem em dúvida sobre como vão chamar o bebê, principalmente se levam em consideração as opiniões de outras pessoas. 

mãe segurando bebê no colo
shutterstock
A mãe se arrepende de ter escolhido o nome do filho de última hora por causa das opiniões dos familiares e quer mudá-lo



Uma mãe (que não teve a identidade divulgada) está passando por um dilema com o nome do filho  , que tem um ano de idade. Isso porque ela tomou uma decisão de última hora quando o bebê nasceu e se arrepende de ter ouvido os familiares sobre como deveria chamar a criança. 

"Eu tinha escolhido o nome perfeito para o meu filho e sempre planejei chamá-lo assim. Depois do parto, descobri que minha família não aprovava o nome e em uma mistura de hormônios de gravidez e ansiedade, então escolhi um nome aleatório que o médico sugeriu."

"Eu sou mãe solo e meu filho não tem uma figura paterna presente, então me importei muito com a opinião dos meus familiares", compartilhou ao fórum "Momsnet". 

O nome do menino é Ezra, mas a mãe "odeia" dizer isso às pessoas e já começou a chamá-lo de um jeito diferente há alguns meses. "Eu me arrependo dessa escolha desde então. Então, decidi com muita dor no coração e depois de pensar muito que quero mudar o nome para algo que eu realmente quero e acho que combina mais com ele", completa.

Segundo ela, o "nome perfeito" que ela decidiu enquanto ainda estava grávida é Jarrah, mas a mudança vai acontecer em segredo até que o processo esteja finalizado. Só depois disso, a mãe pretende contar sobre o novo nome para a família

Internautas têm opiniões divididas sobre mudança de nome 

Nos comentários da publicação, não são todas as pessoas que acharam a mudança de nome tardia tão legal assim. "Compre um peixe e coloque o nome que você quer. Seu filho já tem um ano de idade, deixe o nome dele em paz! Essa coisa de renomear uma criança depois que ela já foi registrada é, no mínimo, bizarra", disse um internauta.

Outros, porém, concordaram que a mãe deve seguir a própria vontade. "Se mudar o nome do filho é o que te faz feliz, então faça isso! Seu bebê provavelmente vai gostar da história sobre ter 'dois nomes' quando ele crescer", afirmou outro.