Tamanho do texto

Casal norte-americano optou por um pré-natal “natural”, sem exames ou intervenções médicas, e só descobriu na hora do parto que esperava gêmeos

Imagine passar os nove meses de gestação esperando apenas um bebê e na hora do parto ser surpreendida com a notícia de que, na verdade, são gêmeos. Pois é, o susto é grande e realmente aconteceu com Nicole Ziesemer, 31 anos, de Michigan, nos Estados Unidos.

Leia também: Norte-americana só descobre que estava grávida ao sentir bebê sair dela em carro

Mãe opta por não fazer os exames de pré-natal e só descobre que está esperando gêmeos na hora do parto
Reprodução/Facebook
Mãe opta por não fazer os exames de pré-natal e só descobre que está esperando gêmeos na hora do parto

Nicole e Matthew, seu marido, optaram por um pré-natal “natural”, ou seja, sem nenhum tipo de exame. Como consequência, só descobriram que seriam gêmeos na hora que os bebês vieram ao mundo. “Não havia sinais de que eu estava esperando mais de um bebê. Na verdade, as pessoas diziam que eu estava com uma barriga pequena. Achamos que a surpresa seria o sexo do bebê... mal sabíamos”, fala Nicole ao site “Daily Mail” .

A ideia do casal era ter um parto sem qualquer tipo de intervenção médica, assim como foi toda a gestação. Porém, eles precisaram buscar ajuda no hospital mais próximo assim que a bolsa estourou, com 36 semanas de gestação. Mesmo estando no hospital, Nicole fez questão de optar por uma abordagem holística para o trabalho de parto. A mãe abriu mão de analgésicos e preferiu fazer exercícios respiratórios, usar bola de ioga e tomar banhos frios para aliviar as dores.

Depois de mais de 45 horas em trabalho de parto , Nicole pediu por uma anestesia para aliviar a dor no parto e, então, sua filha Blakeley veio ao mundo.

Leia também: Gravidez surpresa! Mulher descobre que está grávida e dá à luz no mesmo dia

Surpresa, gêmeos!

Mesmo com ultrassom, médicos não conseguiram identificar que Nicole estava grávida de gêmeos
Reprodução/Facebook
Mesmo com ultrassom, médicos não conseguiram identificar que Nicole estava grávida de gêmeos

Após a chegada da menina, os médicos começaram a se preocupar, pois, ao invés de a dor diminuir, ela estava aumentando novamente. Eles tentaram retirar a placenta e perceberam que algo não estava correndo bem e decidiram fazer um ultrassom de emergência.

“Foi realmente assustador quando disseram que tinha mais alguma coisa dentro de mim. E quando eles nos disseram que era outro bebê , eu literalmente perguntei se estavam mentindo. Eu simplesmente não conseguia absorver tudo e ainda estava com tanta dor que era quase impossível processar a informação”, lembra.

Aproximadamente uma hora depois, ela deu à luz novamente, dessa vez, a um menino que recebeu o nome de Cade. “Foi uma loucura, um choque”, relembra.

A mãe lembra que no dia em que entrou em trabalho de parto os médicos fizeram um ultrassom, mas só enxergaram um bebê. Segundo ela, os profissionais acham que Cade estava escondido atrás da irmã.

Nicole diz que nasceu com dificuldades para respirar e precisou ser levado às pressas para um hospital especializado.“Nos dias seguintes, meu marido ficava com Cade, enquanto minha filha e eu ficávamos em observação. Nós ainda estávamos nos recuperando do choque e apenas tentando entender tudo. Mas basicamente tudo o que queríamos era que ambos fossem fortes e saudáveis”, fala.

Leia também: Com barriga chapada, mulher descobre gravidez apenas no 9º mês

Depois que receberam alta, a família cuidou de preparar a casa para receber mais um filho.  "Eu realmente não consigo imaginar ter apenas um bebê agora. Eu amo a ideia de que eles sempre terão um ao outro", conta. "As pessoas nos perguntam se fôssemos ter outro bebê, faríamos exames desta vez? Mas eu honestamente não acho que faríamos. A menos que houvesse qualquer sinal médico claro. Eu faria tudo de novo", completa a mãe dos  gêmeos