Tamanho do texto

Cápsulas, enfeites, impressões... tudo feito com o órgão faz sucesso entre as novas mamães: "Significa muito para mim saber que faço a diferença"

Há muitas utilidades para a placenta. O órgão, que só existe durante a gestação, é capaz de aconchegar o bebê dentro do útero, transferir nutrientes e oxigênio do sangue da mãe para o bebê e ainda secretar alguns hormônios considerados fundamentais para esta fase. Contudo, uma jovem australiana de 23 anos encontrou outras utilidades que estão fazendo sucesso entre as mães.

Leia também: Sensível ou nojento? Mãe cria apanhadores de sonhos com cordão umbilical

Ciara passou a desenvolver produtos feitos a partir da placenta de futuras mães
Reprodução/Instagram
Ciara passou a desenvolver produtos feitos a partir da placenta de futuras mães

Ciara Noble conta que há dois anos ela tem coletado a  placenta  fresca de mulheres que acabaram de ter bebê e, a pedido das próprias mães, ela passou a trabalhar para transformá-las em uma variedade de produtos.

Pode parecer estranho, mas o negócio deu tão certo que agora Ciara se tornou especialista no assunto, com certificado em remédios da placenta e tudo! Depois que ela começou a pesquisar os benefícios que as futuras mamães poderiam ter ao consumir sua placenta, a jovem se tornou uma empreendedora do ramo.

Faturando o equivalente a 8.500 libras esterlinas (ou pouco mais de R$ 40 mil, fazendo a conversão) por ano vendendo seus produtos para centenas de mulheres diferentes, ela está conseguindo aumentar a renda de maneira bastante lucrativa. 

Ciara trabalha em tempo integral como parteira e dirige seus negócios com a placenta como renda extra. Ela conta que já conseguiu financiar uma viagem dos sonhos em Nova York no início deste ano e está planejando mais.

"A primeira vez que eu ouvi falar sobre os possíveis benefícios do encapsulamento da placenta, que é quando você transforma a placenta em comprimidos para engolir, foi depois que me formei na universidade”, diz em entrevista ao site britânico Mirror .

A prática, apesar de ainda ser incomum, tem se tornado uma tendência e seguida por muitas mulheres, incluindo famosas . "Eu já prestei meus serviços a mais de 100 mulheres e não tive nada além de feedbacks positivos. É incrível saber que ajudei de alguma forma”, afirma animada.

Por que ter um produto de placenta?

As cápsulas de placenta fazem muito sucesso entre as novas mães, porque prometem ajudar nos níveis de energia
Reprodução/Instagram
As cápsulas de placenta fazem muito sucesso entre as novas mães, porque prometem ajudar nos níveis de energia

Ciara garante que apesar de muitas pessoas acharem o procedimento nojento, se trata de algo “natural e belo”. "Esse órgão manteve seu bebê vivo por nove meses. É tão importante e tão especial. Há tantas mulheres que simplesmente não querem ver ou saber sobre isso e acabam jogando fora. Mas por que você não ia quer isso de volta dentro de você?", questiona, acreditando que não há motivos para rejeitar o órgão.

"Há uma pressão constante para que as mulheres sejam mães perfeitas e se recuperem logo após o nascimento, o que não é realista, e isso pode causar muito estresse para as novas mães”, pontua.

Por isso, ela acredita que seu papel como parteira e agora com o novo negócio é de tornar o processo de transição da mulher para a maternidade o mais tranquilo possível. “Essa é minha paixão e, portanto, minha decisão de iniciar o meu negócio veio naturalmente."

Produtos feitos com placenta

Ciara também produz alguns enfeites de placenta, como essa lembrança com a palavra
Reprodução/Instagram
Ciara também produz alguns enfeites de placenta, como essa lembrança com a palavra "amor"

Ciara diz que seu serviço mais popular é o encapsulamento da placenta - que, acredita-se, ajuda nos níveis de energia, nos desequilíbrios hormonais, na redução do sangramento pós-natal e no aumento da produção de leite.

"Quando eu pego a placenta, eu a corto em fatias finas, e a coloco no desidratador por 15 horas, como se você estivesse fazendo frutas secas. Então, coloco tudo no liquidificador e transformo em um pó. Eu tenho uma máquina para fazer pílulas que faz tudo virar pequenas cápsulas.

Embora menos comum, outro método de consumo de placenta que a parteira oferece é na forma de um smoothie feito de frutas, água de coco e fatias frescas de placenta. "Os smoothies da placenta são feitos para serem muito potentes e cheios de nutrientes, já que são feitos crus”, explica.

“Eu coloco laranjas frescas congeladas, bananas, morangos, água de coco e um pedaço de placenta do tamanho de uma noz. É como um smoothie normal, mas é claro que é vermelho, devido ao sangue da placenta."

Ciara também exerce sua criatividade em fazer lembranças artísticas de placenta, como estampas de sangue placentário e pequenos enfeites feitos do cordão umbilical que ela molda em diferentes formas.

A placenta também é usada para criar algumas impressões, a partir do sangue, conforme conta a parteira
Reprodução/Instagram
A placenta também é usada para criar algumas impressões, a partir do sangue, conforme conta a parteira

"Eu amo fazer as pequenas lembranças. Geralmente não cobro por elas. Acho que é muito legal dar às novas mães uma surpresa extra”, afirma. A parteira também tem uma política de não-desperdício. “Eu não quero jogar nada no lixo, eu quero devolver tudo para as mães”, conta.

"A primeira coisa que faço quando obtenho a placenta é fazer as impressões. Você só precisa colocar um pedaço de papel em cima dele e pressioná-lo, e cria essas belas pinturas. A maioria delas são impressões naturais, que são feitas apenas com o sangue da placenta. Mas, se eu me sentir criativa, tento fazer um arco-íris também."

Ciara adora fazer os pequenos enfeites com o cordão umbilical. "Você pode ver as veias, e essas são as linhas de vida que mantêm o seu bebê vivo", comenta. Para fazer as lembranças, tudo depende do estado do cordão. "Se um cordão é curto eu só faço um coração, mas se é mais longo eu posso fazer esculturas de palavras como 'amor'."

Ciara disse que nunca conhece a mãe  que compra seus produtos, mas recolhe a placenta do hospital e depois retorna dentro de 48 horas com os produtos acabados. Apesar de ainda não ter filhos, ela conta que com certeza irá fazer todas as obras com sua placenta quando ela se tornar mãe um dia. 

"Eu realmente amo e o que eu faço e significa muito para mim saber que estou fazendo um pouco de diferença na vida dessas mulheres. Mesmo que seja apenas um enfeite de placenta , se eu puder ajudar apenas uma pessoa durante a recuperação pós-natal, tudo valerá a pena e saberei que fiz o meu trabalho", finaliza.