Tamanho do texto

Depois de ser insultada por amamentar a filha em um voo, fotógrafa Reka Nyari usou as redes sociais para dar uma ótima resposta; veja repercussão

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é amamentar os bebês exclusivamente até os seis meses e manter o leite materno até, pelo menos, dois anos. Mesmo assim, uma mãe que amamenta um filho mais velho, na chamada amamentação prolongada , ainda gera olhares tortos e críticas. 

Reka Nyari é mãe de Ilo, de quase 3 anos, e defende a amamentação prolongada
Reprodução/Instagram/@rekanyariphotography
Reka Nyari é mãe de Ilo, de quase 3 anos, e defende a amamentação prolongada


Recentemente, Reka Nyari, mãe de Ilo, de 2 anos e 10 meses, se viu vítima desse preconceito com a amamentação prolongada . Segundo informações do jornal britânico "Dail Mail", Reka, que é fotógrafa finlandesa e residente em Nova York, nos Estados Unidos, passou por uma situação constragedora em um voo de Budapeste para casa. 

Ela estava amamentando a filha quando a aeronave se preparava para pousar e ouviu insultos da mulher que estava sentada na poltrona a sua frente. "Ela me chamou de nojenta. Aparentemente, parecia que estava tentando roubar o seu marido por amamentar a minha filha", descreve Reka. 

A fotógrafa usou as redes sociais para dar uma resposta para situação. Ela costuma fazer diversos posts sobre amamentação e também apareceu, recentemente, em um ensaio de fotos enquanto dava de mamar para Ilo. As fotos contaram com super produções e cenários.

Reka Nyari fez um lindo ensaio para comemorar a amamentação prolongada
Reprodução/Instagram/@rekanyariphotography
Reka Nyari fez um lindo ensaio para comemorar a amamentação prolongada

Em uma imagem, ela aparece com a pequena "plugada em seu peito" e com um coruja no ombro. Há também uma imagem de mãe e filha nuas nesse momento, retratando o "pele com pele" da amamentação. 

Reka Nyari é mãe de Ilo, de quase 3 anos, pratica a amamentação prolongada
Reprodução/Instagram
Reka Nyari é mãe de Ilo, de quase 3 anos, pratica a amamentação prolongada

Reka sempre exalta a amamentação como um ato natural e benéfico para mãe e criança em seus posts no Instagram e na mídia. Também critica quem tem uma visão desde momento como a mulher do avião. "Amamentar é natural e nossos peitos foram feitos para alimentar nossos bebês. Associar amamentação com sexo ou perversão é perturbador", fala a fotógrafa. 

Leia também: Mãe posta foto amamentando a filha de dois anos e é criticada

Ela continua: "Amamento minha filha onde ela quiser ser alimentada. Isso não acontece mais com tanta frequência porque minha filha já é mais velha, mas quando era um bebê,  amamentava em qualquer lugar - restaurantes, lojas, encontros, metrô, na rua. Esse foi o meu jeito de desafiar as normas da sociedade. Esperava alguém reclamar só para que eu pudesse educá-lo". 

O que é amamentação prolongada

Reka é a favor do aleitamento materno e pratica a amamentação prolongada. Na foto, olhar da pequena Ilo para a mãe
Reprodução/Instagram/@rekanyariphotography
Reka é a favor do aleitamento materno e pratica a amamentação prolongada. Na foto, olhar da pequena Ilo para a mãe

Depois dos dois anos de idade da criança, a amamentação é considerada prolongada. Muitos defendem que o ideal é que o bebê desmame quando quiser e não porque chegou a uma certa idade. Pelos relatos nas redes sociais, essa parece ser a postura de Reka. 

Entretanto, segundo o "Daily Mail", ela diz que passou a perceber mais olhares de reprovação conforme a filha foi ficando mais velha. Ela fala também que muitos desses olhares, para sua surpresa, vem de outras mulheres. 

"Agora que a minha filha tem dois anos e 10 meses sou muito mais julgada e criticada. Até amigos e família viram os olhos, dão olhares de reprovação e dizem que devo parar", fala Reka. Ela conta também que tem gente diz que esse ato é egoísta e perturbador. "As pessoas ficam chocadas".  

Reka diz ainda que pensou em desmamar a pequena Ilo quando ela tinha um ano, mas começou a ler sobre os benefícios da amamentação prolongada que decidiu continuar. Para sua surpresa, mesmo com uma rotina profissional atribulada e cheia de viagens, a filha ainda solicita o peito. "Sempre pensei que quando voltasse à rotina ela iria desmamar. Isso ainda não aconteceu. Amamentá-la agora é uma experiência que nos liga e tem sido ótimo para seu sistema imunológico". 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.