Tamanho do texto

De 50% a 90% das mulheres enfrentam enjoos durante a gestação, entretanto, métodos naturais podem amenizar o problema

Durante a gravidez, o organismo da mulher passa por uma série de mudanças para se adequar ao desenvolvimento do bebê. Por isso, é comum que as gestantes sintam sintomas como dor, inchaço e enjoo durante o período.

Leia mais: Menstruação atrasada e muito mais: veja 10 sintomas de gravidez

Para amenizar o enjoo é possível recorrer a métodos naturais
Shuttersock
Para amenizar o enjoo é possível recorrer a métodos naturais

Um estudo desenvolvido na Universidade da Carolina do Norte (EUA) aponta que cerca de 50% a 90% das mulheres enfrentam enjoo matinal no início da gravidez. O sintoma é consequência das alterações hormonais do período e, de acordo com a enfermeira obstetra Cinthia Calsinski, costuma durar até a 12ª semana de gestação. 

"Não existe solução mágica para isso, mas, sim, medidas que podem deixar a gestante mais disposta", diz a enfermeira.  Para amenizar o sintoma e enfrentar a fase de uma forma mais confortável, indica-se recorrer a métodos naturais de tratamento . Veja quais são os mais indicados para esse caso:

Leia mais:  Sete dicas para uma gravidez saudável

Acupuntura

"A técnica chinesa ajuda a mulher a passar pelos nove meses até o pós-parto de uma forma mais tranquila", explica a especialista.  O método baseia-se na aplicação de agulhas em pontos estratégicos do corpo, como mãos, pés, orelhas e costas. Com isso, as terminações nervosas são estimuladas, ajudando a prevenir e acabar com esse incômodo da gravidez. “Existem também pulseiras que estimulam o ponto de acupuntura e, como consequência, melhoram náuseas, vômitos e enjoos", completa Cinthia. 

Homeopatia

A enfermeira recomenda que as gestantes evitem usar medicações ao se sentirem enjoadas. Nesse caso, o mais indicado é recorrer a fórmulas homeopática, que são manipuladas de acordo com a necessidade da mulher e tem elementos naturais na composição. Para utilizar o método, é preciso buscar um profissional da área. 

Leia mais: 10 mitos sobre a gravidez que precisam ser quebrados

Outros cuidados

Além da acupuntura e homeopatia, adotar uma rotina saudável é essencial para amenizar o enjoo. Cinthia enfatiza a importância de não ficar em jejum por mais de três horas, pois a falta de alimento favorece a náusea. Então, é essencial respeitar o próprio corpo e seguir o que ele indica. "Coma só o que apetece, pois a chance de essa comida ficar no estômago é maior", orienta. 

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.