Comer por dois, sexo que machuca o bebê e alimentos que facilitam o parto. Será que tudo o que você sabe sobre gravidez é verdade?

Quando o assunto é  gravidez , todos parecem saber um pouco sobre o tema. Quem nunca ouviu que sexo durante a gestação pode machucar o bebê? Ou então, que o formato da barriga da mãe pode mudar se a criança for menina ou menino. Diante de tantas informações, é comum que os pais fiquem confusos e tenham dúvidas sobre o que é verdade e o que são mitos que as pessoas falam sem nenhuma base. 

Leia também: Os mitos sobre a alimentação na gravidez

Mitos são muito comuns quando falam sobre gravidez; desvende alguns
Pinterest
Mitos são muito comuns quando falam sobre gravidez; desvende alguns

Para sanar as dúvidas dos pais, a revista ameriana "Women's Health" consultou a médica obstétra e ginecologista Shari Brasner e desmentiu os 10 mitos mais comuns sobre gravidez. Confira:

1. A gestação dura 9 meses

Na verdade, a duração da gestação pode variar em até cinco semanas. Esse tempo pode mudar conforme o peso, idade e outras características da mulher. 

2. O sexo pode machucar o bebê

Não. Na maioria dos casos, o sexo não afeta o bebê . No entanto, existe alguma excessões: se a placenta está posicionada entre o colo do útero e a vagina ou se a mulher está com um alto risco de parto prematuro, nesses casos, a orientação médica é importante.

3. Não é possível ter um parto natural depois de uma cesariana

O parto natural é, sim, uma opção para muitas mulheres. Embora alguns sinais indiquem que essa prática após uma cesariana é um pouco mais arriscada do que fazer uma nova cesárea. 

4. O sexo do bebê interfere no formato da barriga

Não, o sexo do bebê não tem absolutamente nada a ver com a maneira como a mulher aparenta. Por isso, não é possível dizer o sexo do bebê só de olhar para a mãe.

 5. Se você tem uma DST, o bebê também terá

Na verdade, isso depente de qual DST você tem. Algumas doenças podem infectar o sangue e passar para o bebê através da placenta , enquanto outras só apresentam uma ameaça por contato direto. No segundo caso, pode ser transmitida durante um parto vaginal, por isso nessas situações o médico recomenda uma cesariana para previnir. 

Leia também: Casais soropositivos podem ter filhos sem o vírus do HIV?

6. Não é permitido correr durante a gestação

Na verdade, muito do que a mulher pode fazer durante a gravidez depende do que ela era capaz antes. Então, é possível continuar fazendo o que você sempre fez, mas com certo cuidado e sempre com orientação médica. 

7. Perde-se o peso do bebê durante o parto

É muito comum a ideia de que a mulher perde todo o peso que ganhou durante o parto. A ideia está associada à retirada do bebê e eliminação da água.  No entanto, pode-se demorar um ano ou mais para eliminar os quilos extras. 

8. Você está comendo por dois

O crescimento do bebê não gasta tanta calorias como costuma-se pensar. Não é preciso comer por dois! O ideal é manter uma dieta equilibrada e saudável. 

Leia também: Sexo na gravidez é saudável e não machuca o bebê

9. Toda mulher pode amamentar se ela quiser

Não, algumas cirurgias de mama podem dificultar a amamentação e certos tipos de medicamentos podem tornar o ato de amamentar mais difícil. 

10. Alguns alimentos podem facilitar o parto

Mais um dos mitos sobre o tema. Manter uma dieta saudável e equilibrada é essencial, mas não existe nenhuma evidência confiável sobre a existência de alimentos que podem ajudar o trabalho de parto.    

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.