Mulher grávida
shutterstock
Mulher grávida

Apesar das pressões sociais , no Brasil, 37% das mulheres não querem ter filhos. Em nível mundial, o número cresce para 72%. O dado faz parte de uma pesquisa global realizada pela Bayer, com apoio da Federação Brasileira de Ginecologia e do Think about Needs in Contraception (TANCO).

“Vivemos em uma sociedade que historicamente coloca a maternidade como um ideal feminino. Mas por que não podemos optar pelo nosso próprio corpo? Acreditar e dizer que toda mulher deve sonhar ou viver um sonho com a maternidade é uma pressão cruel e que pode ser traduzida como pesadelo até para algumas mães que se sentem de maneira diferente”, afirma a psicóloga Daiana Quadros Fidelis.

“A simples afirmação ‘não quero ter filhos’ é seguida pela pergunta: ‘mas por que não?’ É como se a mulher fosse obrigada a se justificar, porque toda menina cresceu ouvindo que se ‘nasce’ com esse desejo”, continua a especialista.  

Caroline Mesquita, professora do curso de pós-graduação do departamento de psicologia da PUC Minas, é categórica: “Quando uma mulher disser que não quer ser mãe, acredite. E ela nem precisa se explicar sobre isso. É preciso trabalhar a ideia de que a mulher é livre para escolher não viver a maternidade e esquecer o mito de que ela só será completa com um filho”, explica. Esta matéria contém informações de O Tempo.


    Leia tudo sobre: gravidez

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários