Sylvia Rafaella Gonçalves
Reprodução/Instagram
Sylvia Rafaella Gonçalves


Nesta segunda-feira (5), a policial militar Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, foi assassinada pelo companheiro na cidade de Ibotirama, oeste da Bahia. Segundo informações da Polícia Militar, o marido da vítima também era da corporação. Após o crime, ele cometeu suicídio.

Identificado como Edson Salvador Ferreira de Carvalho, de 33 anos, ele era soldado lotado na Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE), e a mulher pertencia à 28ª Companhia Independente de Polícia (CIPM/Ibotirama).

Influencer digital

Nas redes sociais, Rafaella compartilhava com seus quase 70 mil seguidores a rotina de uma policial. O casal tinha duas filhas, com idades entre 3 e 7 anos, que estavam no imóvel, localizado no bairro Morada Real, quando o crime aconteceu. Não se sabe, no entanto, se elas presenciaram o feminicídio seguido de suicídio.

Não foi a primeira vez

A polícia disse que, em julho deste ano, Edson foi preso em flagrante por violência doméstica. Depois, foi expedida medida protetiva em favor de Rafaella, mas não há detalhes se a medida ainda estava em vigor.

Os corpos de Rafaella e Edson foram encaminhados para perícia em uma cidade a cerca de 150 km de Ibotirama. Ainda não há detalhes sobre o sepultamento das vítimas e a motivação é investigada pela polícia.

    Veja Também

      Mostrar mais