A americana Alma Torres, de 27 anos, decidiu deixar seus pelos faciais crescerem e disse que assumir a barba foi a melhor coisa que ela já fez na vida. Aos 15 anos, ela desenvolveu a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) e isso fez com que o pelos no seu rosto crescessem. Por oito anos, ela se depilou, mas há quatro anos abandou a navalha e resolveu usar a sua história para inspirar outras pessoas.

Alma Torres
Reprodução/Instagram
Alma Torres assumiu a barba e agora se sente mais confiante

Quando os pelos começaram a aparecer, Alma passou a sofrer bullying na escola, na época ela não sabia o que estava acontecendo e só foi diagnosticada com a SOP aos 18 anos. Essa síndrome é uma condição hormonal que afeta o funcionamento dos ovários. Os sintomas comuns incluem menstruação irregular, ganho de peso e crescimento excessivo de pelos. Em alguns casos, isso também pode levar à infertilidade. 

“Eu nunca tinha percebido como as pessoas zombavam de meus pelos faciais, até que um orientador da escola me perguntou se isso me incomodava e, de repente, percebi quantas pessoas olhavam fixamente para mim e sussurravam”, contou Alma ao Daily Mail. “Isso mudou tudo para mim. Eu me barbeei pela primeira vez quando tinha 16 anos, antes do meu baile de formatura da oitava série, e continuei tentando me livrar dos pelos nos próximos oito anos.”


Alma falou que tentou de tudo – fazer a barba, clareamento e depilação à laser – mas nada escondia os pelos escuros. Depois que foi diagnostica com SOP, a jovem passou a procurar sobre o assunto e começou a se deparar com pessoas que tem a síndrome e se aceitavam do jeito que elas são, como Harnaam Kaur, que faz sucesso nas redes sociais por ter assumido sua barba.

“Eu vi Harnaam com uma barba cheia e ela não tinha vergonha disso. Lembro-me de pensar: ‘Ela não se importa. Se ela pode fazer isso, certamente eu também posso!’. No início, as pessoas faziam comentários cruéis e isso realmente me derrubava. Eu ficava muito constrangida quando pegava pessoas disfarçando e tirando fotos de mim, mas isso não me incomoda mais”, afirmou Alma.

A jovem passou a usar as redes sociais para expor e ajudar outras pessoas. “Essa confiança não é algo que você pode construir durante a noite, levei anos para chegar a este ponto! Mas você só precisa viver um dia de cada vez e acreditar em si mesmo. Agora, estou mais confiante com minha barba. Aprender a aceitar minha barba foi, sem dúvida, a melhor coisa que já fiz.”

    Veja Também

      Mostrar mais