Tamanho do texto

A mineira Paula conta que o processo de transição não é fácil por conta das críticas, mas que está no momento certo para assumir os fios grisalhos

Quando tinha apenas 20 anos, os primeiros cabelos brancos de Paula Barbosa começaram a aparecer . Na época, por ser jovem, ela se sentiu incomodada. “Meu cabelo sempre foi minha parte preferida, não fazia nada nele, nenhum procedimento e eu era bem nova”, conta a mineira, que hoje tem 35.

Paula com os cabelos brancos
Reprodução/Instagram/paulasbarbosa84
Paula Barbosa começou a ter os primeiros cabelos brancos aos 20 anos e, na época, se sentiu incomodada com a situação

Para disfarçá-los, ela fez luzes por três anos. No entanto, quando os cabelos brancos ficaram mais intensos, aos 23, ela começou a pintá-los quinzenalmente – e assim seguiu até os 34. “Foi viciante. Eu curti mudar. Pintei de muitas cores. Os tons de vermelho eram os meus favoritos”, explica.

Durante esses anos, Paula tentou duas vezes assumir os fios brancos , mas os progressos não duraram muito. “Mais do que as críticas, não me sentia à vontade com o espelho. Também tinha preconceito. Eu queria me livrar da obrigação de pintar, mas não estava preparada para o processo”, detalha.

Paula completa que pintar os fios foi bom até deixar de ser uma escolha e virar uma obrigação. Conforme conta, o processo de transição não é fácil e, além disso, a estética e as críticas não ajudam. Por ser muito nova na época, essas questões tiveram forte peso. Além disso, para ela, o pensamento do grisalho estava muito atrelado ao envelhecimento. 

Há pouco mais de um ano, no entanto, a mineira entrou em sua terceira tentativa – e segue firme até hoje. “Depois que cansei de mudar a cor dos fios, pintar os cabelos a cada 15 dias era uma prisão. Assumir os fios veio atrelado a minha maturidade emocional. E o momento é favorável. O mundo está aberto a essa transição. Referências ajudam muito”, destaca.

Críticas por conta dos cabelos brancos

Paula Barbosa
Reprodução/Instagram/paulasbarbosa84
A mineira conta que recebeu diversas críticas ao assumir os fios brancos, mas hoje entende que nada é unanimidade

Por conta da transição , ela chegou a receber muitas críticas. “Uma pessoa me disse que pareço uma criança brincando de ser vovó. A mais estranha veio de uma desconhecida que se apresentou na fila de cumprimentos em um velório e disse que, se eu gostasse dela, eu pintaria meu cabelo”, expõe.

Ela explica que a opinião das pessoas sempre a afetou bastante, mas que, hoje em dia, consegue entender que nada é unanimidade e que sua imagem não deve ser definida por ninguém além dela. No começo, os comentários negativos mexiam com a sua autoestima, mas nada que mudasse seu pensamento. “O cabelo branco me trouxe maturidade emocional”, diz.

Em seu perfil do Instagram, Paula compartilha fotos do processo e traz mensagens motivacionais para seus seguidores. “Acho que, para iniciar a transição, o momento certo é quando você está bem com você mesma. Será mais fácil lidar com as críticas. Estou no meu momento”, aponta.

O que Paula faz para cuidar dos cabelos brancos?

Paula com cabelos brancos
Reprodução/Instagram/paulasbarbosa84
Paula tem cuidados específicos com os cabelos brancos e, além de evitar o calor excessivo, também faz hidratação

Os brancos precisam de cuidados específicos e, segundo Paula, hoje está bem mais fácil cuidar dos fios . Para neutralizar o pigmento amarelado, ela utiliza shampoo ou máscara desamareladora uma vez por semana. Além disso, evita calor excessivo, que favorece a oxidação, e faz hidratação.

Para quem quer assumir os cabelos brancos , mas ainda sente que não está preparada, Paula traz uma dica importante e motivacional: “Escolha um momento em que você esteja segura e de bem com você mesma. Críticas sempre existirão, mas elas afetam mais nossas fragilidades e incertezas.”