Tamanho do texto

Rachael tem uma doença na pele que a deixou muito tempo mal com seu corpo; pela primeira vez em anos, ela decide voltar a usar roupa de banho em público sem se importar com as pessoas: "São as minhas férias, não as delas"

Rachael Reynolds, de 43 anos, é portadora de um distúrbio genético chamado  neurofibromatose tipo 1 (NF1), que deixa o corpo coberto de bolhas. Depois de passar anos escondendo sua condição, ela aceitou a aparência e aderiu ao uso de peças de banho em público.

Leia também: Após 4 anos se escondendo, jovem conta como conseguiu aceitar a doença de pele

aparência
Reprodução/Metro.co.uk
Rachael tem doença rara que faz aparecer bolhas pelo corpo. Com a autoestima mais elevada, ela aceitou a aparência e usa roupa de banho em público


A mulher se assumiu autoconfiante ao aparecer usando roupas de banho no “House of Extraordinary People”, um reality show britânico que coloca nove pessoas morando juntas em um chalé por dez dias. Durante o programa, ela se sentiu mais confortável com a aparência na frente das câmeras.

“Eles ficaram chocados quando entrei na banheira de hidromassagem com um top”, relembra ela em entrevista ao site britânico Metro . “Eu sou capaz de não me importar tanto com o que os outros pensam e ser mais confortável em relação a minha própria pele”, declara Rachael.

Leia também: Jovem abandona depilação: "Nenhum homem jamais me fez raspar as minhas pernas"

A doença genética de Rachel foi herdada de seu pai. Ela conta que as lesões começaram a aparecer em seu corpo quando ela tinha 13 anos. No início, as bolhas surgiram primeiro em sua barriga, depois vieram nos braços e, posteriormente, nas pernas.

Mãe de quatro filhos, a mulher conta que a condição piorou a cada gravidez e sua aparência atraia diversos insultos e ofensas de pessoas nas ruas. Algumas, diz Reynolds, chegaram a falar que ela parecia ter sido mordida por um crocodilo.

Devido à autoestima baixa, Rachel pensou que nunca encontraria alguém que a amasse do jeito que ela é. Em 2013, porém, ela reencontrou um antigo amigo, os dois engataram um romance e agora vivem juntos com as crianças em Yorkshire, um condado inglês.

Leia também: 8 passos para saber como evitar pensamentos negativos de uma vez por todas

Rachael realizou diversas cirurgias e tratamentos a laser para remover as lesões causadas pela doença, porém a neurofibromatose piora à medida que a pessoa envelhece e não tem cura.

Agora, se sentindo bem com sua aparência , ela se recusa a esconder seu corpo nas próximas férias. “Espero poder usar roupa de banho, independentemente do que as pessoas pensam. São as minhas férias, não as deles”, completa ela.