Tamanho do texto

“Tenho orgulho da mulher que sou hoje. Especialmente porque passei por poucas e boas para me tornar ela”, escreveu Melodie em seu próprio corpo

A jovem Melodie Michelberger, da Alemanha, tem inspirado outras mulheres com suas publicações no Instagram. Melodie costuma compartilhar cliques onde aparece de biquíni ou lingerie com frases escritas pelo corpo. São mais de 33,8 mil seguidores acompanhando a influenciadora do movimento “body positive”

Leia também: Modelo posta foto sem edição e mostra que celulite não é um problema

Melodie Michelberger inspira outras mulheres nas redes sociais ao compartilhas ideias do movimento
Reprodução/Instagram
Melodie Michelberger inspira outras mulheres nas redes sociais ao compartilhas ideias do movimento "body positive"

Com “more than a body” (“mais do que um corpo”, em português) escrito na barriga, a jovem fala sobre “  body positive  , comenta sobre gordofobia e chama a atenção para a necessidade de romper com o padrão estético que existe hoje na sociedade. Melodie mostra que é possível driblar os padrões e se sentir bem com as marcas e curvas do próprio corpo.

“Nunca se esqueça: o seu corpo é como uma embarcação que te ajuda a viver a sua vida e o seu valor não está envolvido com a sua ‘casca’”, escreve na legenda de uma publicação. Melodie também fala sobre a importância de entender que o corpo que se tem é aquele que te permitiu chegar onde você está hoje. “Pelo o que você agradeceu o seu corpo hoje?”, questiona.

Na imagem acima, Melodie aparece com a seguinte frase escrita no corpo: “Tenho orgulho da mulher que sou hoje. Especialmente porque passei por poucas e boas para me tornar ela”

Leia também: A importância de ter mulheres gordas em mercados padronizados

Movimento “Body positive”

Melodie mostra como o movimento
Reprodução/Instagram
Melodie mostra como o movimento "body positive" é sobre promover a diversidade de corpos e amor próprio

Nesse sentindo, as publicações de Melodie que falam sobre autoaceitação e criticam a gordofobia vão de encontro com o movimento “body positive” , que busca promover a diversidade de corpos e inspirar mulheres a aceitarem e amarem seus corpos como eles são.

No entanto, nem todos entendem a ideia por trás do movimento. Algumas pessoas acreditam que essas mulheres estão, na verdade, promovendo a obesidade – o que é um grande equivoco. “Uma coisa que me perguntam muito é por que eu promovo a obesidade como algo positivo. Bom, você quer saber uma coisa? Eu estou celebrando quem eu sou. Eu estou me promovendo e isso é sobre promover o amor próprio ”, diz Melodie.

Leia também: Como trabalhar o amor próprio para aumentar a autoestima e a autoconfiança

“Se você é obesa, plus size, se você está acima do peso, é ok se amar. Meu objetivo ao compartilhar a minha trajetória com todos vocês é fazer com que vocês sintam que há um lugar para ser você mesmo, amar o seu corpo com todas as imperfeições e encontrar amor e aceitação para quem você realmente é”, finaliza sobre o " body positive "