Tamanho do texto

Anna e Lucy DeCinque namoram Ben Byrne e pretendem aumentar a família

As gêmeas idênticas  Anna e Lucy DeCinque já foram diversas vezes notícia na imprensa internacional. As irmãs, que moram em Perth, na Austrália, voltaram a ganhar destaque ao revelarem um plano de aumentar a família um tanto quanto inusitado.

Gêmeas idênticas Anna e Lucy DeCinque e o namorado Ben Byrne
Reprodução/Instagram/@annalucydecinque
Gêmeas idênticas Anna e Lucy DeCinque e o namorado Ben Byrne


Anna e Lucy querem ser mães ao mesmo tempo, e o pai dos bebês será o mesmo, já que as gêmeas idênticas  dividem o namorado, o também australiano Ben Byrne.

Em entrevista recente ao programa australiano "Today", elas contam que a ideia de aumentar a família com as duas ficando grávidas ao mesmo tempo foi da mãe delas, Jeanna. "Nossa mãe nos convenceu a engravidar naturalmente e juntas. Eu não sei como isso vai funcionar", comenta uma delas. 

Apesar do desejo, elas sabem que não será fácil combinar a gestação das duas, ainda mais com o mesmo homem sendo pai dos bebês. "Isso será um desafio e uma pressão muito grande em cima do Ben", fala a outra irmã. 

Gêmeas idênticas Anna e Lucy DeCinque com a mãe, Jeanna
Reprodução/Instagram/@annalucydecinque
Gêmeas idênticas Anna e Lucy DeCinque com a mãe, Jeanna


Elas também comentaram outro plano para o futuro: conseguir oficializar a relação com Ben. Até o momento, o relacionamento a três é considerado ilegal perante as leis na Austrália. "Se conseguirmos mudar isso, vamos amar nos casar com Ben", diz uma, e a outra completa: "Penso que devemos nos casar com o mesmo homem. Isso funciona para a gente e as pessoas precisam entender isso. Não estamos fazendo mal a ninguém."

Leia também: 'Trisal' formado por duas mulheres e um homem planeja casamento

A fama das gêmeas idênticas

Mais um registro das gêmeas idênticas com o namorado
Reprodução/Instagram/@annalucydecinque
Mais um registro das gêmeas idênticas com o namorado

Anna e Lucy DeCinque se intitulam "as irmãs gêmas mais idênticas do mundo" e ganharam fama internacional depois de passarem por uma série de procedimentos para ficar ainda mais parecidas. Até o começo de 2016, elas já tinham gastado quase R$ 700 mil reais com cirurgias plásticas

Na época, elas relevaram que dividiam tudo na vida: casa, celular, cama e até o mesmo homem. Ainda em 2016 a maternidade não estava nos planos nas irmãs, mas elas já sabiam o que aconteceria caso uma ficasse grávida: a outra teria de engravidar em seguida. "Nossos corpos precisam ser iguais", falou Anna naquele ano ao programa de TV britânico The Insight

Se elas parecem seguir com pensamento semelhante quando o assunto é maternidade, podem ter mudado um pouco a maneira de encarar a semelhança extrema graças à genética e a tantos procedimentos estéticos. Em novembro do ano passado, elas voltaram à mídia para dizer que seguiriam um visual mais natural e parariam com tantos tratamentos depois de sofrerem muito bulliyng nas redes sociais. 

"Estamos muito mais felizes com a nossa aparência agora", afirma as gêmeas idênticas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.