Tamanho do texto

"Repugnante", escreveu o treinador em uma foto tirada de uma mulher gorda na fila de uma sorveteria; atitude foi desaprovada por seus seguidores

Em tempos onde se discute cada vez mais sobre aceitação do corpo e quebra de padrões, comentários preconceituosos, que evidenciam a intolerância por pessoas que não seguem os estereótipos de aparência estabelecidos pela sociedade não passam despercebidos. Ainda mais se você é um instrutor de academia e  ridiculariza uma mulher gorda em uma publicação nas redes sociais.

Shah Cutler registrou a imagem de uma mulher gorda em uma sorveteria com comentários ofensivos e foi criticado em suas redes sociais
Reprodução/Instagram
Shah Cutler registrou a imagem de uma mulher gorda em uma sorveteria com comentários ofensivos e foi criticado em suas redes sociais

Conhecido como Shah Cutler, um treinador fez um um "story" em sua conta no Instagram que gerou revolta entre seus seguidores. Ele tirou uma foto de uma mulher gorda em frente a uma sorveteria e escreveu a frase: "Tão gorda e ainda quer sorvete? Repugnante".

A atitude do instrutor, que mantinha um perfil na rede social sobre sua vida fitness, foi considerada ofensiva por humilhar a mulher - que não foi identificada. Alguns usuários resolveram comentar em suas fotos, criticando-o.

"Nem tudo deveria ser publicado nas redes sociais… Corpo grande, cérebro pequeno", escreveu um deles, fazendo uma alusão ao corpo musculoso de Shah, exibido em suas fotos na página. "Atitude repugnante", escreveu outra mulher.

Ofensa à mulher gorda chegou ao emprego de Shah

Academia repudia atitude de treinador que tirou uma fotografia ofendendo uma mulher gorda e posto nas redes sociais
Reprodução/Facebook
Academia repudia atitude de treinador que tirou uma fotografia ofendendo uma mulher gorda e posto nas redes sociais

A reação negativa dos seguidores não ficou restrita apenas ao meio virtual. A academia na qual Shah trabalhava decidiu se pronunciar no Facebook, pedindo desculpas pelo ocorrido e afirmando que não compartilha da opinião do profissional e que ele estaria afastado de suas atividades.

"Chegou ao nosso conhecimento que um post recente de um de nossos instrutores nas redes sociais foi usado para disparar declarações insensíveis a uma mulher e gostaríamos de pedir desculpas por qualquer problema causado", afirmou a empresa.

"Realizamos uma investigação interna e suspendemos suas obrigações até novo aviso. Desde então, ele se desculpou publicamente por seu comportamento através de um post no Instagram e entende a insensibilidade de seu comentário".

"Orgulhamo-nos da cultura da nossa formação e do profissionalismo das nossas equipes. Lidamos com este assunto com seriedade e desejamos assegurar ao público que não concordamos com o comentário feito por nosso funcionário nem toleramos tal comportamento", relatou.

Como responsáveis por uma academia, nós nos esforçamos para oferecer um ambiente seguro, acolhedor e motivador para qualquer pessoa que deseje buscar um estilo de vida mais saudável e apto, independente de seu ponto de partida. Nós lamentamos muito o incidente", diz o texto.

Leia também: Post de homem humilhando mulher durante sexo e falta de respostas geram revolta

Shah Cutler é instrutor de academia e foi criticado por ridicularizar uma mulher gorda em sua conta no Instagram
Reprodução/Instagram
Shah Cutler é instrutor de academia e foi criticado por ridicularizar uma mulher gorda em sua conta no Instagram

Shah chegou a publicar um pedido de desculpas, mas decidiu excluir a rede social, já que os usuários continuaram a criticá-lo por seu comportamento preconceituoso e gordofóbico. 

Infelizmente, é comum que comentários desse tipo sejam feitos, mas cada vez mais essas atitudes estão sendo questionadas e criticadas. Maioria entre os alvos de falas maldosas e pressão estética , muitas mulheres têm mostrado que é importante rebater os julgamentos para combater a gordofobia

Assídua nas redes sociais, Alessandra Garcia, por exemplo, que é modelo plus size e uma das que estão reforçando o discurso de positividade corporal. Recentemente, ela publicou um "stories" expondo um internauta que a chamou de "gorda".

"Deixe-me ser clara, esse homem não tem poder algum sobre mim. Os julgamentos dele estão presos em suas próprias inseguranças, mas eu só quero mostrar que as pessoas podem tentar te deixar para baixo, mas o seu amor próprio vai conseguir te levantar de novo! E não tem nada de errado em ser gorda. Gordos podem ser legais, chiques, sexy e lindos!", escreveu ela, que é uma mulher gorda e ativista na causa contra gordofobia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.