Tamanho do texto

Nina Zeiler fez uma postagem comparando a forma como os seguidores dela a enxergam e como ela realmente é mostrando que não existe vida perfeita

Você já olhou as redes sociais de famosas ou influenciadoras digitais e ficou se perguntando como a vida delas parece ser tão perfeitas e como podem ser sempre tão felizes? Nas redes sociais, tudo pode parecer incrível, mas na vida real as coisas podem ser diferentes e a influenciadora digital Nina Zeiler fez um post no Instagram para mostrar que a vida dessas pessoas vai além do que aquilo que elas postam.

Nina Zeiler é influenciadora digital e decidiu apontar suas inseguranças para mostrar que a vida real é diferente
Reprodução/Instagram
Nina Zeiler é influenciadora digital e decidiu apontar suas inseguranças para mostrar que a vida real é diferente


O intuito de Nina com a publicação é mostrar que por trás de  fotos aparentemente perfeitas existem seres humanos normais que na vida real também possui inseguranças. "É engraçado como você pode sentir que conhece as pessoas que segue nas redes sociais. Você vê o que parece ser a vida delas, como eles são e como estão se sentindo. Mas isso é real? ”, escreve na legenda.

No post, há duas fotos da influenciadora usando calça legging e sutiã. Em metade da imagem, ela escreveu “o que você vê” e listou vários aspectos positivos que indicam como ela parecer ser uma dançarina fitness, forte e confiante.

It’s funny how you can feel you ‘know’ people you follow on social media. You see what seems to be their life, what they are like, how they are feeling. But do you really? . I’m not saying social media is a lie, but it definitely isn’t anywhere near the whole truth. . Yes I am into fitness, I pole dance, can be flexible and have some strength, love promoting body confidence and share my happiness. But anyone who thinks that is all of me and my life is so mistaken. . I don’t share my frustrations with my chronic illness, the lengths I go to day-to-day to stay healthy enough to live a semi-normal life. You don’t get to see how often I get injured because of my hypermobility - the thing that helps me be bendy also means I tear my hamstrings on the reg. Currently just touching my toes is a struggle. The evenings I come home, exhausted, and slump on the sofa like a couch potato, they don’t make it onto Instagram, but they are a huge reality. My feeling that I’m not actually *that* strong, that somehow I manage to fake a sense of fitness, haunts me with every workout and yet who would know to look at my feed? . Don’t compare yourself to an app online. Not even if the person on said app takes gorgeous photos and is always seen to be smiling. They have their bad days, their insecurities and problems and life lessons they’re learning too. Remember that you only get to see 5% of someone’s world.

A post shared by Nina (@ninahealthily) on


Na outra parte da foto, ela escreveu “o que você não vê” e expôs aquilo que ela não posta como as doenças crônicas que possui, as várias vezes que fica com o  corpo inchado e insegura com isso, fora os problemas de ansiedade.

“Sim, eu sou fitness, faço pole dance, posso ser flexível e ter alguma força, amo promover a confiança que tenho no corpo e compartilhar minha felicidade. Mas quem pensa que isso é tudo de mim e da minha vida está muito enganado”, relata no Instagram.

A vida real é diferente das redes sociais

Para a influenciadora, a vida real de todos é igual com inseguranças, medos e cheia de altos e baixos, diferente das redes sociais
Reprodução/Instagram
Para a influenciadora, a vida real de todos é igual com inseguranças, medos e cheia de altos e baixos, diferente das redes sociais


Nina também reforçou que as pessoas deixam as coisas ruins fora das redes sociais . “Eu não compartilho minhas frustrações com minha doença crônica, o tempo que gasto diariamente para me manter saudável o suficiente para viver uma vida semi-normal", desabafa. "Minha sensação de que eu não sou de fato tão forte e que, de alguma forma, eu consigo fingir que estou bem, mesmo isso me perseguindo a cada treino", acrescenta.

Falar sobre as  próprias inseguranças nas redes sociais não é uma tarefa fácil e, por isso, a influenciadora fez questão de mostrar o outro lado da história, a vida real . “Todos têm dias ruins, inseguranças, problemas e também aprendem com as lições da vida. Lembre-se de que você só consegue ver 5% do mundo de alguém”, finaliza.

    Leia tudo sobre: Instagram
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.