Tamanho do texto

Colunista de bem estar do Delas, a jornalista Gabriela Brito conta como colocou em prática meta para projeto próprio sobre atividade física

Há algum tempo eu já queria produzir algo que eu pudesse chamar de meu, que eu pudesse falar “sim, essa ideia foi minha, eu que conduzi esse projeto ”. Parece bobo quando a gente fala assim de um projeto pequeno, mas a verdade é que, na busca por um projeto maior, mais bem planejado e mais certo, a gente pode acabar apenas adiando nossas metas de vida.

Leia também: "Me movimentar é o que dá sentido à vida", diz bailarina amputada Mel Reis

Liste suas metas de vida, mas metas reais, para que você consiga colocar em prática no tempo que determinou
Pexels
Liste suas metas de vida, mas metas reais, para que você consiga colocar em prática no tempo que determinou

Eu até tenho outras ideias que quero colocar em prática no futuro, metas de vida que dão mais trabalho, mas em 2018 eu decidi que iria começar uma página no Instagram sobre vida saudável e atividade física. Algo mais simples, algo para começar.

O objetivo não seria mostrar meus treinos ou algum antes e depois meu, como é bem comum. O que eu queria mesmo era criar um canal para falar de exercício físico com qualquer pessoa, magros, gordos, sarados ou não, com deficiência ou não, com limitações ou não, sedentários ou não. Talvez algo meio ambicioso, mas o que eu realmente acredito: que a atividade física é um direito de todos.

Conversei com meu parceiro de vida, ele super apoiou, decidi um nome e no mesmo dia comecei. Assim, rápido mesmo. Eu só precisava começar.

Leia também: Benefícios do crossfit transformam vida de atriz e apresentadora

Fiz meu primeiro post na página “ Só na Endorfina ” em 16 de setembro. Desde então, cheguei próximo a 300 seguidores. Um número bem pequeno, eu sei, mas como é difícil conseguir seguidor “na raça”!! Por outro lado, isso não vai me desmotivar. Entre minhas metas de vida para 2019, continuar com o projeto.

Em dezembro, ganhei uma forcinha a mais: esta coluna aqui no Delas . Toda segunda-feira, pretendo trazer a história de uma mulher diferente e falar de sua relação com a atividade física. Neste mês, foram quatro mulheres: Nati Mota, Fernanda Caporal, Naty Graciano e Mel Reis - obrigada, mais uma vez, cada uma de vocês.

Apenas comece suas metas de vida

Ter o apoio das pessoas que amamos nas nossas metas de vida também é importante para que a gente se sinta motivada, e no Natal fui surpreendida com a família
Arquivo pessoal
Ter o apoio das pessoas que amamos nas nossas metas de vida também é importante para que a gente se sinta motivada, e no Natal fui surpreendida com a família "uniformizada" pela página no Instagram e coluna do Delas "Só na Endorfina"

Meu projeto pode dar certo, assim como pode não dar, mas o importante é que eu comecei. Em cada post, em cada teste que faço, a cada nova entrevista, um novo aprendizado, e é isso que importa.

Se sua meta é começar uma nova atividade física, por exemplo, apenas comece. Dê um tempo para seu corpo se adaptar e para você se conhecer na atividade. Pode dar certo, pode não dar, mas você tentou. Deu certo? Vai virar sua “terapia”. Não deu? Com certeza haverá outra para você.

Neste 2019, o que eu desejo para você é que daqui um ano você não esteja fazendo listas de metas, mas comemorando as realizações ao longo dos últimos 12 meses. Que em 2019 você não deixe para o próximo ano, mas comece já.

Leia também: Como se proteger do sol durante atividade física? Protetor não é única forma

Para saber mais sobre  metas de vida e bem estar, siga a página   "Só na Endorfina"  no Instagram e acompanhe nossa coluna aqui no canal Delas .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas