Tamanho do texto

Mesmo que não deixem os cabelos "viciados", os produtos, como shampoos e condicionadores, devem ser escolhidos com atenção; entenda o motivo disso

Você já deve ter percebido que se continua o uso de algum shampoo, condicionador ou outros tipos de produtos para cabelos por muito tempo eles acabam "perdendo o efeito", certo? Apesar dessa crença ser bastante popular, isso não quer dizer que os seus fios ficaram "viciado" naquele cosmético e que você nunca mais vai conseguir usá-lo.

Apesar da crença popular que os produtos para cabelos podem deixar os fios viciados, especialistas afirmam que é mito
shutterstock
Apesar da crença popular que os produtos para cabelos podem deixar os fios viciados, especialistas afirmam que é mito

De acordo com Daniele Nascimento, técnica da Embelleze, essa questão de que os fios ficam "viciados" em produtos para cabelos  é um mito. "Na verdade, o uso contínuo faz com que o cabelo alcance todos os benefícios oferecidos por aquele tratamento e então o consumidor deixa de perceber os resultados, já que aquelas antigas necessidades já foram supridas."

O tricologista da clínica Mais Excelência Médica, Kevin Porto, complementa que todos esses produtos, como shampoo, condicionador, entre outros, contém um determinado "objetivo" e se o seu cabelo necessita, por exemplo, de uma melhora na fibra e você usa produtos com foco em reconstrução e hidratação, vai parar de sentir os efeitos quando esse resultado esperado for atingido. O mesmo acontece com tratamentos realizados em salões de beleza.

Assim, segundo ele, o momento em que for percebido que a necessidade do fui foi suprida é crucial, já que também é a hora de cuidar para que o problema não retorne. "É sempre bom ter opções de produtos de  cuidados mais específicos em casa , mas se a necessidade do fio for o componente principal do produto, desde a primeira aplicação será observada uma evolução" 

O que fazer quando os produtos para cabelos não funcionarem mais?

Apesar dos produtos para cabelos não viciarem os fios, profissionais recomendam realizar sempre a troca por um novo
shutterstock
Apesar dos produtos para cabelos não viciarem os fios, profissionais recomendam realizar sempre a troca por um novo


A dica dos profissionais para essa situação é simples: hora de mudar de shampoo  e renovar o ciclo de tratamentos. "O cabelo não precisa mais daqueles nutrientes que você estava usando, então você pode trocar ou intercalar. Usar dois tipos de produtos também é uma alternativa", explica Odila Martins, hair stylist do Jacques Janine Moema, em São Paulo. 

A especialista acrescenta que se, mesmo com a troca, o cabelo não reagir ao produto de imediato, é porque ele não precisa daqueles nutrientes no momento. "A eficácia do produto será de acordo com a necessidade do cabelo. Por isso, é importante que sejam escolhidos os produtos para cabelos adequados para aquele problema", completa. 

Danielle afirma que o ideal é procurar por ativos que ainda não tenham sido usados para conquistar novos resultados. "Se está usando algum tratamento com óleo de coco, por exemplo, passe a usar D-Pantenol ou passe a usar óleo de abacate, enfim, pausar o uso do tratamento mais recorrente e substituí-lo por outro. Dê uma pausa de um mês e depois volte a usá-lo. O ideal para o caso dos shampoos é renovar os ativos a cada tubo." 

O resultado também é outra questão que vai depender dos produtos selecionados para essa nova etapa. "Quanto mais sensibilizado ou necessitado de tal tratamento o cabelo estiver, maior será o tempo para alcançar o resultado, porém, escolher por produtos de boa qualidade já garantem resultados surpreendentes na primeira aplicação", diz. 

Como saber qual é a necessidade dos meus fios?

Os produtos para cabelos devem ser comprados de acordo com a necessidade dos seus fios, e existem dicas para saber isso
shutterstock
Os produtos para cabelos devem ser comprados de acordo com a necessidade dos seus fios, e existem dicas para saber isso


Antes de escolher qualquer produto para realizar essa "renovação capilar", os profissionais recomendam conhecer bem o próprio fio e entender quais são as suas necessidades. "Esse é o passo mais importante para poder ter sucesso no tratamento. Hoje, as empresas de cosméticos já incluem em suas embalagens o melhor desempenho de cada produto, que pode ser para hidratação, nutrição, reconstrução, revitalização, umectação, entre outros", explica Danielle. 

Odila complementa que observar as características do seu cabelo também vai ajudar a identificar como diferentes fatores influenciam sua beleza e saúde. "A forma de como você cuida no dia a dia, questões hormonais e emocionais,  alimentação, clima, estação do ano, se está viajando, tudo isso altera o fio da raiz até as pontas. A partir disso é possível ver se ele está oleoso, ressecado, sem brilho."

Um teste de porosidade, por exemplo, é uma técnica que pode ser feita em casa e te ajuda a descobrir do que seu cabelo precisa e até a montar um cronograma capilar , mesclando produtos para cabelos em uma rotina de cuidados. Para isso, é só colocar um pouco de água em um recipiente transparente e, em seguida, analisar o que acontece com o fio do seu cabelo na água:

  • Se o fio cabelo boiar: precisa de hidratação; 
  • Se o fio de cabelo não afundar, nem boiar:  precisa de nutrição; 
  • Se  o fio de cabelo afundar: precisa de reconstrução.

"Geralmente o cabelo apresenta mais de uma necessidade e algumas delas podem
gerar dúvidas quanto ao tratamento, como, por exemplo um cabelo naturalmente oleoso
e opaco que, mesmo sendo oleoso, tem a necessidade de nutrição, ou um cabelo que seja
quimicamente tratado e está fragilizado e ressecado."

"Nesses casos, o ideal é montar um cronograma capilar, reconhecendo ao menos as principais necessidades do cabelo e, assim, realizar um ciclo de tratamento usando essa técnica que é uma combinação de hidratação, nutrição e reconstrução", completa a técnica da Embelleze.

Além dessas dicas,  é sempre indicado consultar um profissional, já que apenas ele vai poder te dar um diagnóstico mais preciso, te ajudando a não ter erro na hora de manter a saúde dos fios e, também, evitar gastos com produtos para cabelos que você não precisa. 

"Existem muitos produtos para cabelos no mercado e, muitas vezes, as pessoas compram sem a real necessidade, então pode não ser o que o cabelo precisa no momento. A avaliação capilar junto ao tricologista é o ideal para compreender de fato o que está ocorrendo com os fios ou o couro cabeludo. Ele vai identificar as necessidades e ficará mais fácil e objetivo escolher os produtos para os cuidados dos cabelos", finaliza Kevin.