Tamanho do texto

Quer optar por shampoos que usam ingredientes menos agressivos aos fios? Segundo especialistas, a principal dica é prestar bastante atenção aos rótulos

Existem uma variedade enorme de produtos para os cabelos no mercado. Mas você já ouviu falar nos tipos de shampoo sem sulfato, silicone e parabenos? Sim, essa categoria de produtos existe e está fazendo bastante sucesso por aí, principalmente porque possui uma fórmula mais leve e agride menos o couro cabeludo e os fios. 

Leia também: Mulheres que têm cabelo loiro realmente precisam usar shampoo roxo?

Os tipos de o shampoo sem sulfato , silicone e parabenos estão fazendo sucesso por causa de sua formulação mais leve
shutterstock
Os tipos de o shampoo sem sulfato , silicone e parabenos estão fazendo sucesso por causa de sua formulação mais leve


Antes de entender para que serve o shampoo sem sulfato  , silicone e parabenos é preciso compreender qual a função de cada um desses componentes químicos nas fórmulas dos produtos. Quem explica ao Delas  é Bruna Veneziano, Gerente de Produto e Marketing da Skala Cosméticos:

  • Parabenos : são uma classe de conservantes, bastante utilizados nos produtos cosméticos;
  • Sulfatos : são uma classe de tensoativos aniônicos, utilizados como agentes e limpeza para cabelos e pele;
  • Silicones : são matérias-primas com várias propriedades e aplicações. Nos cabelos, pode ser tanto formador de filmes (atuando como modeladores de fios lisos ou cacheados), quanto doador de brilho, protetor antitérmico, entre outros.

Wesley Nobrega, hair stylist do Allummê Sallon, complementa que a função dos parabenos é matar as bactérias e fungos que podem contaminar e estragar os produtos. Já o silicone serve para remover a oleosidade e além de ajudar a pentear os fios. Da mesma forma, o sulfato é responsável por remover toda oleosidade do couro cabeludo de uma forma mais intensa.

Por isso, é preciso ter cuidado na quantidade utilizada. "O acúmulo de parabenos no nosso corpo junto com outros produtos químicos que utilizamos normalmente pode interferir no nosso sistema hormonal, aumentar o risco de dermatites e deixar o couro cabeludo mais sensível. O sulfato retira a camada de gordura do couro cabeludo e, quando utilizado de forma incorreta, pode causar o ressecamento da fibra e deixar os fios mais ásperos", afirma.

Encontrando tipos de shampoo sem sulfato , silicone e parabenos

Para aderir aos tipos de shampoo sem sulfato, silicone e parabenos, é possível começar a seguir técnicas como 'low poo'
shutterstock
Para aderir aos tipos de shampoo sem sulfato, silicone e parabenos, é possível começar a seguir técnicas como 'low poo'


Segundo Wesley, aqueles que querem sair em busca de um shampoo sem sulfato, silicone ou livre de parabenos devem começar a prestar atenção aos rótulos, já que é lá que estão as indicações de quais compostos químicos foram utilizanos naquele produto. "Além disso é sempre importante priorizar a qualidade", recomenda.

Outra dica do especialista é pedir orientação para um profissional de confiança, de preferência, um cabeleireiro. "Atualmente existem várias opções no mercado que nem sempre são coerentes com o que buscamos e esse profissional vai saber explicar as diferenças e indicar o produto correto naquele momento, de acordo com a necessidade do seu fio."

Por isso, uma boa sugestão é embarcar na onda do "low poo" ou até mesmo do "no poo". Essas técnicas, que significam pouca e nenhuma espuma, respectivamente, dipensam alguns agentes químicos e apostam em fórmulas de composição mais leves. 

De acordo com Bruna, a diferença entre as duas coisas é bem simples. "O 'low poo' é a técnica de lavar com shampoo sem sulfato, parabenos, silicones e óleo mineral, mas com alguns agentes que ainda fazem um pouco de espuma. Já o 'no poo' é a técnica de lavar sem shampoo, utilizando apenas produtos condicionantes (sem sulfato, parabenos, silicones e óleo mineral) que possuem agentes de limpeza, por isso, não faz espuma", diz. 

A especialista explica que a principal diferença entre as composições de um shampoo "low poo" para um shampoo normal é o quanto o produto retira dessa camada de oleosidade do couro cabeludo. "Usando um shampoo mais suave com essa proposta de remover a oleosidade suavemente, é possível deixar a estrutura do cabelo macia, resistente e com brilho. Por outro lado, não faz uma super limpeza no couro cabeludo." 

Assim, ela recomenda que esses produtos com fórmulas mais leves, seja o shampoo sem sulfato ou os condicionantes, sejam usado em todas as lavagens por pessoas que têm os fios mais secos, como os cabelos cacheados e crespos  . "Quando se trata de um cabelo cacheado, é muito interessante usar esses produtos por conta da estrutura ser espiral e a oleosidade não conseguir chegar até as pontas dos fios."

"Para aqueles que têm fios mistos e secos e possuem o hábito de lavar os cabelos todos os dias, sugerimos que pelo menos uma ou duas lavadas seja 'no poo', para manter a saúde do fio evitando ressecamento causado pelo excesso de sulfato", completa. Assim, você pode ir alternando o 'no poo' com produtos regulares. 

Shampoo sem sulfato , silicone e parabenos também pode ser vegano

Ao escolher lavar o cabelo com um shampoo sem sulfato, silicone ou parabenos, você pode optar por produtos veganos
shutterstock
Ao escolher lavar o cabelo com um shampoo sem sulfato, silicone ou parabenos, você pode optar por produtos veganos

Apesar de existir cosméticos sintéticos que são livres de parabenos, silicones e sulfato,  ainda há outro problema: muitos deles utilizam ingredientes de origem animal e, muitas vezes, também são testados em animais. Por isso, os cosméticos veganos , podem ser uma boa opção para driblar as duas situações. 

Sim, existem produtos não possuem nenhum ingrediente de origem animal e não é testado em animais que também seguem esse princípio das fórmulas mais leves. Segundo Bruna, esse é um mercado que cresce cada vez mais. "Existem dois públicos de cosméticos veganos: aqueles que realmente são veganos e os simpatizantes pela causa, que aumentam a cada dia." 

E, acredite, não há nenhuma diferença de resultados na hora da utilização. "Fizemos vários testes quando optamos por ser uma empresa 100% vegana e comprovamos que a substituição dos ingredientes de origem animal por vegetal, como por exemplo a troca da proteína do leite pela proteína do leite de coco não atrapalha no resultado final do tratamento", explica a Gerente de Produto e Marketing da Skala Cosméticos. 

Da mesma forma que os tipos de shampoo sem sulfato  , silicone e parabenos, você pode descobrir se o produto é vegano lendo os rótulos que estão na embalagem. Apesar da lista de ingredientes ser mais natural, o que mais importa na hora de buscar um produto é encontrar aquele que se adapta melhor ao seu estilo de vida e, principalmente, aos seus fios. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.