Você já ouviu falar em cronograma capilar? Essa técnica funciona, basicamente, para criar uma rotina de cuidados e reestabelecer a saúde dos cabelos , com foco em três etapas: hidratação, nutrição e reconstrução dos fios. E, acredite, se você está buscando uma solução para problemas como quebra, opacidade e ressecamento, esse pode ser o caminho. 

Se você está buscando formas de deixar seus fios bonitos e saudáveis, o cronograma capilar pode ser uma boa solução
shutterstock
Se você está buscando formas de deixar seus fios bonitos e saudáveis, o cronograma capilar pode ser uma boa solução


De acordo com Eduardo Martins, hairstylist do Jacques Janine Moema, localizado em São Paulo, o cronograma capilar  pode ajudar na reposição de nutrientes para manter a saúde do cabelo. "Quem tem um cabelo quimicamente tratado com certeza vai precisar fazer o cronograma com hidratação, nutrição e reconstrução. Quem usa muito secador, chapinha ou se expõe de forma frequente ao sol ou água da piscina ou do mar também pode apostar nessa rotina ", diz.

O especialista também lembra que muitas mulheres acabam investindo na técnica para deixar os fios mais saudáveis enquanto estão em fase de transição capilar. Além disso, também é uma forma de conhecer o seu tipo de fio e suas necessidades.

Ainda assim, o cronograma é indicado para todos os cabelos  , só é preciso entender o tipo de raiz e de fio, porque só assim você vai saber montar a rotina certa de cuidados. "É preciso ficar atenta nisso, porque se o cabelo que não tem química e usar muita reconstrução, por exemplo, pode dar efeito rebote de tanto usar o produto, enrijecendo a fibra do cabelo e acabar quebrando os fios com muito mais facilidade", alerta o profissional. 

Escolhendo os produtos para o cronograma capilar

Escolher os produtos certos também pode te ajudar na hora de fazer o cronograma capilar, já que os ativos são importantes
shutterstock
Escolher os produtos certos também pode te ajudar na hora de fazer o cronograma capilar, já que os ativos são importantes

Segundo o especialista, cada uma das etapas do cronograma serve para um propósito diferente. "A reconstrução serve para restaurar e enrijecer o fio, deixando-o mais resistente e forte. Já a função da etapa de hidratação é dar brilho e evitar a perda de água. A nutrição, por sua vez, dá emoliência, ou seja, deixa os fios mais sedosos ao toque, além de devolver os nutrientes para os fios e couro cabeludo", explica Eduardo. 

Para que os resultados sejam obtivos com sucesso, é necessário ficar atenta na hora de escolher os produtos certos. "É importante que haja uma avaliação feita por um profissional antes de comprar qualquer coisa. Então, o ideal é perguntar para o seu cabeleireiro qual é o seu tipo de cabelo e do que ele está precisando naquele momento." 

Eduardo completa que hoje existem muitos produtos com custo benefícios bons para fazer cronograma capilar, mas é preciso procurar nas embalagens dos produtos alguns  ativos que são mais indicados para cada uma dessas etapas; confira abaixo: 

Você viu?

  • Hidratação: aloe vera, calêndula e manteiga de karité;
  • Nutrição: argan, macadâmia e azeite de oliva;
  • Reconstrução: queratina, cisteína, creatina, arginina e colágeno.

Como saber o que o meu cabelo precisa antes do cronograma capilar?

Para descobrir como montar o seu cronograma capilar é possível consultar um especialista ou fazer o teste de porosidade
shutterstock
Para descobrir como montar o seu cronograma capilar é possível consultar um especialista ou fazer o teste de porosidade

Antes de montar sua rotina, é preciso entender a necessidade do seu cabelo, já que só assim você poder oferecer os nutrientes essenciais de acordo com o que o seu fio precisa. "Cabelos sem brilho, armados, ressecados precisam de hidratação. Se tiver com frizz, desalinhados e porosos, eles precisam de nutrição ou umectação. Já os fios finos, ralos, quebradiços, com pontas duplas e elásticos precisam de reconstrução", explica.  

Além de consultar um especialista para indicações, você pode fazer um teste de porosidade em casa e descobrir do que seu cabelo precisa. Para isso, é só colocar um pouco de água em um recipiente transparente e, em seguida, analisar o que acontece com o fio do seu cabelo na água. 

  • Se o fio cabelo boiar: precisa de hidratação;
  • Se o fio de cabelo não afundar nem boiar:  precisa de nutrição;
  • Se  o fio de cabelo afundar: precisa de reconstrução.

Depois, é só montar o cronograma capilar de acordo com as suas necessidades. 

Montando seu próprio cronograma capilar

Na hora de montar o cronograma capilar, é importante saber qual a maior necessidade dos seus cabelos no momento
shutterstock
Na hora de montar o cronograma capilar, é importante saber qual a maior necessidade dos seus cabelos no momento

Acredite, não é difícil fazer cada um dos procedimentos mencionados em casa. A hidratação e a reconstrução, por exemplo, podem ser feita durante a lavagem dos cabelos, geralmente depois do shampoo, deixando um creme agir nos fios por certo tempo. Já para o caso da nutrição é possível optar por um desses três jeitos:

  • Máscara para nutrição: creme que devem ser utilizados durante a lavagem e tem ação rápida, de duração entre dois e cinco minutos;
  • Umectação com óleo vegetal: o óleo deve ser aplicado nos cabelos antes da lavagem e é necessário deixá-lo agir por 30 minutos antes de retirar com shampoo;
  • Umectação noturna: essa opção é indicada para quem tem cabelos muito ressecados e deve ser feita durante a noite, aplicando óleos vegetais ou maionese capilar antes de dormir e lavando apenas na manhã seguinte.

Depois de saber como fazer, o próximo passo é, sem dúvida, montar seu próprio cronograma capilar. "Antes de mais nada, é preciso identificar qual a maior necessidade. Com isso, você monta o cronograma para um mês colocando em duas semanas os produtos indicados para essa maior necessidade. Lembrando que o cronograma capilar é formado pelos três passos."

O especialista explica que se o fio precisa de reconstrução, por exemplo, o ideal é mesclar as semanas. "Na primeira e na terceira semana você coloca reconstrução, na segunda semana você coloca  hidratação e na quarta semana nutrição", diz. Veja um exemplo abaixo: 


A indicação é fazer cada um dos processos a cada 15 dias, sem repetir o mesmo por duas semanas seguidas. Além disso, a recomendação é seguir o cronograma capilar por cerca de dois meses, até suprir as necessidades dos fios e do couro cabeludo. "Não se deve exceder o uso do cronograma para não sobrecarregar os cabelos", finaliza Eduardo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários