Tamanho do texto

"Em qualquer lugar que eu vá, eu não passo despercebida. Algumas pessoas não acreditam que eu existo, acho isso legal, é engraçado", diz a youtuber

Com apenas 17 anos, a carioca Karen Havary decidiu deixar o Rio de Janeiro para tentar a vida em São Paulo. Sem o apoio da família biológica, ela desembarcou na principal metrópole do país para trabalhar como modelo e logo se tornou uma influenciadora digital. Quando pequena, sofreu bullying por ser gordinha, mas hoje ela se considera uma referência quando o assunto é "corpo perfeito" e não esconde que já gastou mais de R$ 200 mil em  procedimentos estéticos e cirurgias plásticas para ficar parecida com a cantora Nicki Minaj .

Karen Havary é sósia de Nicki Minaj e, para alcançar seus objetivos, ela saiu de casa muito cedo e agora está no exterior
Arquivo pessoal
Karen Havary é sósia de Nicki Minaj e, para alcançar seus objetivos, ela saiu de casa muito cedo e agora está no exterior


“Quando vim para São Paulo, tinha vários objetivos, mas sempre confiei em mim e sabia que qualquer coisa que eu fosse fazer me dedicaria ao máximo. A carreira artística veio muito rápido, cheguei para ser modelo e a rede social alavancou meu nome. Hoje, com 19 anos, sou influenciadora digital, youtuber e empresária. Minha vida deu aquela reviravolta que ninguém imaginava”, conta Karen Havary em um bate-papo com o Delas .

Gosto do lance do corpão. Não vou mentir, sei que sou muito 'gay'"

Durante a infância e parte da adolescência, a influenciadora digital sofreu preconceito por estar acima do peso considerado como o ideal. “Nos meus 16 ou 17 anos, comecei a focar muito em transformar o meu corpo. Fiz dieta, reeducação alimentar, treino e passei a lutar karatê. Tinha o sonho de mudar minha aparência, de fazer alterações para chegar ao meu corpo atual”, afirma.

Karen Havary nunca gostou de estereótipos de beleza e garante que tem suas próprias referências quando pensa em um físico ideal. “Gosto do lance do corpão. Não vou mentir, sei que sou muito ‘gay’ e com aparência de ‘trava’ [travesti]”, brinca. “Eu sofri muito bullying, mas hoje tenho a idealização de corpo perfeito. Estou em constante evolução e me sinto superada dessa situação, tudo o que eu passei foi um empurrão para o hoje, talvez se eu não tivesse passado por isso eu não teria a cabeça que tenho hoje.”

Para ela, o "corpo perfeito" é se olhar no espelho e estar bem consigo mesma, independentemente da opinião de qualquer pessoa. “Primeiro, penso em mim, depois nos outros! Sempre fui muito individualista, pois me coloco como prioridade”, enfatiza.

Karen Havary e a paixão por Nicki Minaj

Karen Havary é sósia da rapper Nicki Minaj porque admira o trabalho da cantora e tenta reproduzir as fotos da ídola
Arquivo pessoal
Karen Havary é sósia da rapper Nicki Minaj porque admira o trabalho da cantora e tenta reproduzir as fotos da ídola


A influenciadora digital cresceu sendo fã de grandes cantoras internacionais como Beyoncé, mas sua grande referência é a rapper Nicki Minaj. “Não sou fã apenas do corpo dela, sou fã da artista também. Ela é uma rapper que representa a mulher dentro desse gênero. Ela é totalmente icônica, é muito difícil ser sósia da Nicki porque ela é muito autêntica, muito única. Estou a cada dia tentando me aprimorar, até reproduzir os looks, é difícil”, conta.

Para ficar com a aparência parecida com a da cantora, Karen Havary já realizou diversos procedimentos estéticos e cirúrgicos. “Nunca contei quantas intervenções já fiz, mas foi prótese mamária, bioplastia, lipoaspiração e harmonização facial com aplicação de ácido hialurônico. Mas gosto de manter o equilíbrio dentro disso, não quero perder minha forma natural, quero ficar parecida com a Nicki sem deixar o meu ‘eu’ de lado” diz.

Não quero perder minha forma natural, quero ficar parecida com a Nicki sem deixar o meu ‘eu’ de lado"

Fisicamente, o que mais chama atenção na rapper, em que a youtuber se inspira, é o seu avantajado bumbum, e Karen Havary garante que não colocou prótese de silicone na região para conseguir um glúteo similar.

“Sempre achei o bumbum da Nicki bonito, e para deixar o meu parecido não foi complicado, pois já tenho o quadril largo, eu apenas fiz transferência de gordura. Para deixar a região mais evidente, um truque que utilizo é usar espartilho para afinar a cintura”, revela.

Somando todos os procedimentos que a empresária já fez, o valor gasto já ultrapassa os R$ 200 mil, e esse valor deve bater os R$ 300 mil porque ela pretende trocar a prótese mamária que possui por uma menor, para ficar mais parecida com a da Nicki Minaj.

“Fazer  procedimentos estéticos com um profissional de qualidade é muito caro, se juntar isso ao valor gasto no pós-operatório o valor aumenta ainda mais. Já fiz cirurgia de R$ 40 mil reais com médicos lá de fora, mas os médicos daqui são muito bons também, Brasil é uma referência”, pontua.

Karen Havary gosta de expor a realidade sobre o corpo

Na primeira foto, Karen Havary está com 17 anos e sem nenhum procedimento cirúrgico, já na segunda ela está com 19 anos e com alterações no corpo para ficar cada vez mais parecida com sua inspiração, a cantora Nicki Minaj
Arquivo pessoal
Na primeira foto, Karen Havary está com 17 anos e sem nenhum procedimento cirúrgico, já na segunda ela está com 19 anos e com alterações no corpo para ficar cada vez mais parecida com sua inspiração, a cantora Nicki Minaj


A empresária faz questão de expor para seus seguidores todos os procedimentos que faz e já fez, pois acredita que isso é uma questão de honestidade e diz que não faz publicidade de produtos que não acredita na marca. “Não gosto de hipocrisia, acho ridículo as blogueiras vendendo algo que não é real”, dispara.

“A mulher é maromba, se enche de anabolizantes e depois fala para você tomar um suplemento para ter um corpo como o dela. É mentira, muitas tomam anabolizantes, fazem cirurgias plásticas, mas mentem. Isso não aceito porque já me espelhei em musas fitness e quebrei a cara”, acrescenta.

Não gosto de hipocrisia, acho ridículo as blogueiras vendendo algo que não é real"

Diariamente, Karen Havary recebe mensagens de mulheres – brasileiras e também do exterior – que querem saber os detalhes do que ela faz para ter esse corpo não convencional. Além dos procedimentos estéticos, as seguidoras também costumam ter curiosidade sobre como é a alimentação dela.

“Eu sou regrada, mas não deixo de comer o que eu quero. Na alimentação, o problema é o exagero. Como de três em três horas, porque sei que essas dietas loucas não adiantam. Sinceramente, eu não abro mão de doce e também gosto de pizza, comida italiana e um bom vinho. Para resumir, eu adoro ficar em casa assistindo Netflix e comendo alguma coisa.”

Leia também: 'Sósia' de Kim Kardashian gasta mais de R$12 mil por mês em maquiagem

Para Karen Havary, o que existe é inveja e não preconceito

Um dos símbolos de Nicki Minaj é o bumbum, e Karen Havary garante que não tem prótese, apenas injetou gordura
Arquivo pessoal
Um dos símbolos de Nicki Minaj é o bumbum, e Karen Havary garante que não tem prótese, apenas injetou gordura


Por conta de sua aparência e fotos sensuais, a sósia de Nicki Minaj é frequentemente vítima de ataques nas redes sociais. “As pessoas não respeitam as outras, elas acham que podem dizer o que bem entendem só porque estão atrás de um telefone. Não recebo muitos comentários ofensivos, mas agradeço os ‘haters’ porque eles fazem uma divulgação gratuita, são os críticos do meu trabalho”, provoca.

Estou em busca de algo maior, o Brasil é muito pequeno para mim"

Na vida real, por onde passa a influenciadora digital chama atenção, e ela acredita que isso acontece porque as pessoas sentem inveja.

“Já cheguei em alguns lugares e as mulheres não quiseram falar comigo ou me dar informações. Hoje, ser invejada para mim é normal, ser o centro das atenções também é normal. Em qualquer lugar que eu vá, eu não passo despercebida. Algumas pessoas não acreditam que eu existo, acho isso legal, é engraçado”, fala ao risos.

O assédio também existe , mas quando é algo apenas verbal, Karen Havary diz que encara com tranquilidade. “Não ligo se eu estiver na rua e um cara me chamar de ‘gostosa’, mas se tocar em mim a porrada come”, afirma. “Se eu for a um lugar muito movimentado o assédio acaba acontecendo, em São Paulo é mais tranquilo, mas em outros estados já passei por situações desagradáveis. Não tem o que fazer porque mesmo se eu me cobrir toda, não dá para disfarçar meu corpo.”

Karen Havary acredita que a sua autoconfiança é o que mais incomoda os outros, mas ela não liga
Arquivo pessoal
Karen Havary acredita que a sua autoconfiança é o que mais incomoda os outros, mas ela não liga

A youtuber acredita que isso acontece porque no Brasil as pessoas têm a mente muito fechada, e ela não vê como crescer em solo nacional. Karen Havary já recusou convites para participar de reality shows porque quer apostar em uma carreira no exterior.

“Estou em busca de algo maior, o Brasil é muito pequeno para mim. Eu não aceito ficar aqui, quero um holofote maior. Quando adolescente, eu queria alcançar o Brasil, já fiz isso e agora quero alcançar o mundo inteiro”, dispara.

Com uma autoconfiança aparentemente inabalável, ela  se despediu do Brasil e partiu para Londres para estudar e dar um pontapé na carreira internacional.

“Acredito que sou capaz e passo essa mensagem para os meus seguidores. Eu vim de muito pouco, mas fiz das minhas barreiras a escada do meu sucesso. Minha autoconfiança acaba incomodando porque as pessoas são fracas e querem que as outras também sejam, mas isso não me abala porque sei que a fama é passageira, mas o sucesso é para sempre”, finaliza Karen Havary .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.