Estudo revela que 25% das mulheres não sabe quanto tempo os espermatozoides sobrevivem no corpo feminino
Reprodução/O Globo
Estudo revela que 25% das mulheres não sabe quanto tempo os espermatozoides sobrevivem no corpo feminino

Os espermatozoides mais poderosos conseguem sobreviver até 5 dias no organismo feminino. No entanto, isso acontece apenas se eles conseguirem entrar no colo do útero, e não quando eles permanecem no ambiente vaginal regular (nessa região, seu tempo de sobrevivência não passa de duas horas).

Entre no canal do  iG Delas no Telegram e fique por dentro de todas as notícias sobre universo feminino!

Apesar desta informação ser relevante, principalmente para mulheres que têm intenção, ou estão tentando engravidar, 25% das brasileiras não sabem que os espermatozoides mais fortes podem sobreviver por até 5 dias no organismo feminino, se dentro do colo do útero. Principalmente as mulheres dos 18 aos 24 anos, com 26% das participantes. Já entre os homens, 47% desconhecem esta informação, conforme constatou a  Famivita em seu mais recente estudo.

Estudo Famivita
Divulgação Famivita

Estudo Famivita

Os dados por estado demonstram que no Distrito Federal 42% das participantes não sabem que os espermatozoides mais fortes podem sobreviver por até 5 dias no organismo feminino, se dentro do colo do útero.

Em Alagoas, pelo menos 30% das mulheres desconhecem este fato. Já em São Paulo e no Rio de Janeiro, 27% e 23%, respectivamente, não sabem sobre esta informação.

Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram.

Para as mulheres que estão tentando engravidar, existem alguns recursos que ajudam a segurar o esperma dentro do colo do útero, como é o caso do SpermiFica. Ele atua como um promotor da fecundação, permitindo que os espermatozoides se movam em apenas uma direção: o óvulo, dando uma ajudinha para quem busca engravidar. 

Conforme demonstra um  estudo publicado no Journal of Pregnancy and Newborncare, na Holanda, um auxiliar para concepção aumentou as chances de concepção para 48% das participantes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários