Por causa da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), o mundo entrou em isolamento social e muitos estão longe dos namorados ou "crushes" e de possíveis relações sexuais

sono arrow-options
shutterstock
Os sonhos eróticos podem ocorrer por uma vontade reprimida ou a falta da relação sexual

Por conta disso, nas redes sociais muitas pessoas começaram a relatar que depois de entrar em quarentena, estão tendo mais sonhos eróticos que o normal - muito lúcidos - até lembrando do que ocorreu durante o sono. 



O psicólogo especialista em sexualidade e relacionamento, Oswaldo Rodrigues Júnior, afirma que a libido é uma decorrência de fatores de interação da pessoa com o ambiente.

"Em uma situação de isolamento social, há uma série de efeitos negativos, dependendo da vida anterior da pessoa. Se a pessoa ou um casal sair para jantar, se divertir antes de uma relação sexual, isso fará falta na vida em quarentena", diz Oswaldo.

Leia também: Clima quente no sexo virtual: como mandar nudes na quarentena? 

Já para os solteiros, o psicólogo afirma que com a falta de contato físico e o aumento de outras atividades sexuais, como a masturbação, os sonhos são mais frequentes. "Os sonhos tendem a aparecer mais frequentemente, inclusive pela percepção de necessidade de contato físico, algo que é pressuposto pela atividade sexual", diz o especialista.

"Os solteiros querem ter alguém por perto em meio a tantas coisas ruins e isso pode influenciar na libido", afirma a fisioterapeuta pélvica e sexóloga Débora Pádua.

Leia também: Amor na quarentena: confira 9 dicas para acertar na paquera online

Ela afirma que ao estar acordado, em sã consciência, não permitimos que os desejos se aflorem. Por isso, no sono, isso se liberta e se revela em sonhos eróticos. "Se a pessoa não faz nada para que aconteça o desejo, como a masturbação ou o uso de um vibrador, é mais comum que os sonhos eróticos ocorram, já que eles não se completam durante o dia", diz Débora.

sexo arrow-options
shutterstock
A tensão e o medo podem liberar esse desejo por sexo


As notícias ruins, tensão e o medo por causa da pandemia também influenciam. Se não há a liberação daquele desejo sexual conscientemente, os sonhos dão esta sensação. "Mesmo casais afastados virtualmente, mesmo tendo a masturbação ou algum ato virtual, aquilo não foi libertado efetivamente, por isso vem os sonhos", afirma a sexóloga.

Como a falta de contato físico afeta o psicológico, Oswaldo indica que ao ter a atenção voltada às relações sexuais, "os pensamentos, percepções e sentimentos do dia ficam mais frequentes nos sonhos".

    Veja Também

      Mostrar mais