Você tem o hábito de usar brinquedos eróticos? Além de ser uma forma de dar mais prazer, os acessórios ajudam a conhecer melhor o próprio corpo e incrementar a masturbação, que, inclusive, tem sido recomendada por autoridades de diversos países nesse momento em que enfrentamos o novo coronavírus. Embora não existam indícios de que há transmissão pelo sexo, a masturbação mostra-se como a saída mais segura. Então, por que não investir em deixá-la mais prazerosa?

vibrador arrow-options
shutterstock
É importante conhecer os diferentes tipos de vibradores para descobrir qual é mais interessante para o seu momento

Como há uma variedade de sex toys disponíveis no mercado, selecionamos algumas dicas que vão te ajudar na escolha do produto. Também listamos quais são os principais modelos e qual a função de cada um. Confira:

Como escolher?

É preciso considerar alguns pontos na hora de escolher o seu sex toy, já que há modelos diferentes, para objetivos variados. Por isso, é interesse entender como você se masturba e qual a sua intenção com o brinquedo erótico . Você quer estimular o ponto G? O clitóris? Os dois ao mesmo tempo? Faça essas perguntas a si mesma na hora de pesquisar os produtos.

Além disso, materiais diferentes são utilizados para a produção do acessório, como plástico, metal e silicone hospitalar, que costuma ser o mais indicado por ser suave ao toque e fácil de limpar. Vale lembrar que você vai precisar de um lubrificante para facilitar o uso do brinquedo, evitando atritos e machucados.

Leia também: 5 benefícios da masturbação que talvez você não conheça

Diferentes modelos

Clássicos

Voltado para a penetração, o vibrador clássico costuma ser um dos mais comuns. Geralmente, tem o tamanho médio de um pênis e pode ter diferentes acabamentos: mais rígido, aveludado ou com texturas. A ideia é proporcionar sensações ao ser inserido no canal vaginal.

Bullet

O bullet é aquele vibrador menorzinho que lembra uma cápsula. Ele costuma ser indicado para quem está começando a se aventurar no mundo dos sex toys. É utilizado principalmente para estimulação clitoriana.

Anatômicos

Os vibradores anatômicos têm formatos que variam de acordo com o objetivo do acessório. Alguns são mais curvados para alcançar melhor o ponto G, por exemplo. Já outros, são pensados especificamente para o clitóris.

Plugs e vibradores anais

Como o próprio nome indica, esses acessórios são para quem quer estimular a região anal. O formato costuma ser mais fino no início e ir engrossando aos poucos, para tornar a penetração mais confortável. Além disso, têm uma base bem marcada para garantir a segurança.

Realístico

São vibradores ou dildos (que não vibram) bem semelhantes a um pênis, tanto no formato quanto no tamanho, cores e textura.

Em formato de “U”

Este modelo tem duas extremidades e é pensado para estimular duas regiões ao mesmo tempo. Alguns são focados na vagina e no clitóris, já outros, no ânus e na vagina.

#TBTdoSexo

Quinta-feira é dia de #TBT não só nas redes sociais, mas também aqui no Delas. Resolvemos aderir ao movimento e relembrar conteúdos sobre sexo que fazem sucesso entre os leitores. Além de dicas de como escolher o brinquedo sexual perfeito, veja as reportagens que fazem parte da série:

    Veja Também

      Mostrar mais