Tamanho do texto

Para que a cerimônia aconteça o mais rápido possível, o casal fez uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar os custos do evento

O diagnóstico de um câncer cerebral incurável não impediu Aidan Waters, 26 anos, de sonhar em formalizar a união com a sua namorada Kaya Rimple, 24. Semanas após uma série de convulsões e de receber a notícia da doença, ele fez um pedido de casamento a ela e planeja passar o máximo de tempo que puder com Kaya.

Leia também: Noiva se casa em hospital para ficar ao lado de mãe com câncer terminal

Casal e filho
Reprodução/Facebook
Aidan Waters fez um pedido de casamento a Kaya Rimple após ser diagnosticado com um câncer cerebral incurável

Depois do pedido de casamento , os dois passaram a correr para planejar a cerimônia o mais rápido possível. Para isso, o casal criou uma página no site “Go Fund Me”, onde pedem que as pessoas doem quantias de dinheiro para que possam realizar o casamento dos sonhos.

“Nosso sonho de se casar é a oportunidade de esquecer pelo menos por um dia [a doença] e apenas aproveitar o fato de estar casando com a minha alma gêmea”, fala Kaya ao site “Daily Mail” . “Queremos que todos fiquem felizes sem pensar nesse momento que estamos passando”, completa. Em apenas um dia, o casal conseguir arrecadar mais de 5 mil libras para a cerimônia de casamento .

Leia também: Com câncer, mãe passa seu último dia fora do hospital no casamento da filha

Kaya conta que eles se conheceram há dois anos e hoje tem uma filha, Nova, de um ano. No entanto, foi somente algumas semanas atrás que eles descobriram o câncer cerebral de Aidan. Ao site, a jovem relembra o dia em que encontrou o namorado desacordado. “Ele estava esparramado na cama e vi sangue no travesseiro e no seu rosto. Tentei acordá-lo, mas não estava respondendo. Seu corpo estava rígido, então chamei uma ambulância”.

Após alguns exames no hospital, eles receberam a notícia do que se tratavam. “Choramos muito”, lembra. “O médico disse que é incurável e o Aindan tem semanas e meses, não anos [de vida]. Mas eu não acredito nisso, realmente não acredito”, lamenta.

Leia também: Pais de bebê com câncer terminal antecipam casamento para filho entrar na igreja

Com o pedido de casamento feito, resta aguardar o dia da cerimônia. Enquanto isso, Aidan tem feito sessões de radioterapia. “Ele está bem. É difícil, mas ele é um lutador e o pensamento de nos casarmos está mantendo ele mais forte. Ele vai superar – eu sei disso”.