Tamanho do texto

Por conta das alterações hormonais, a falta de desejo sexual durante o pós-parto é mais comum do que se imagina; saiba como lidar com a situação

A influenciadora digital Mica Rocha deu à luz há seis meses e desde então vem compartilhando nas redes sociais a sua experiência com a maternidade. Recentemente, em um vídeo publicado em seu canal no YouTube, ela falou abertamente sobre a falta de libido nesse período pós-parto e deu dicas de como driblar o problema.

A influenciadora digital Mica Rocha falou abertamente sobre a falta de libido no pós-parto em seu canal no YouTube
Reprodução/Instagram
A influenciadora digital Mica Rocha falou abertamente sobre a falta de libido no pós-parto em seu canal no YouTube

De acordo com Mica, é comum que as mulheres vivenciem a falta de libido nos meses seguintes ao nascimento do bebê. “A nossa libido fica lá no pé quando a gente tem filho por causa dos hormônios”, diz. Segundo ela, quase todas as mulheres do seu circulo social sentiram-se desanimadas em relação ao sexo nessa fase da vida.

Causas da falta de libido no pós-parto

A falta de libido durante o pós-parto é mais comum do que se imagina e acontece por conta das alterações hormonais
shutterstock
A falta de libido durante o pós-parto é mais comum do que se imagina e acontece por conta das alterações hormonais

Tanto na gestação quanto no pós-parto há uma série de alterações hormonais no corpo da mulher. Durante a amamentação, por exemplo, há a produção do hormônio prolactina, responsável pelo leite, como consequência, acontece a diminuição da lubrificação vaginal natural e perda da libido. Isso acontece porque este componente diminui os níveis do hormônio feminino e bloqueia os ovários.

Além disso, Mica comenta sobre a exaustão que a mulher vive nesse período. Algo que, para ela, também contribui para a falta de desejo sexual . “É meio óbvio, né? Estamos cansadas. Nosso corpo acabou de passar por uma megamudança. Acabamos de dar à luz uma criança”, diz.

O que fazer?

Ao identificar a falta de libido, o ideal é buscar orientação médica para que o problema seja devidamente diagnosticado
shutterstock
Ao identificar a falta de libido, o ideal é buscar orientação médica para que o problema seja devidamente diagnosticado

Quando se percebe que está com falta de desejo sexual , o primeiro passo é procurar um médico para diagnosticar devidamente o problema e encaminhar possíveis soluções de acordo com as especificidades de cada mulher. “Converse com o seu obstetra ou ginecologista que ele vai explicar tudo o que acontece. Não temos que ter vergonha de falar sobre isso”, fala.

Além de conversar com um médico, a influenciadora também aconselha falar abertamente com o parceiro sobre o assunto. Afinal, essa é uma questão que afeta os dois e deve ser encarada como algo do casal. Outro ponto muito importe é não fazer sexo só para agradar o marido, mesmo que esteja com falta de libido . “Isso faz parte da sua rotina como casal. Eu não sou dessas de ‘para gradar o maridão’. Não, gente. Para agradar a nós mesmas. Para a gente ter vida sexual. Nós mulheres, porque isso é importante para nós”, finaliza.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.