Tamanho do texto

Leitora do Delas quer saber se a dor que sente durante a relação é comum e o que fazer em relação aos incômodos; veja o que os especialistas falam disso

 Os incômodos durante a relação sexual são mais comuns do que se imagina. A dor na hora do sexo, por exemplo, pode ter inúmeras causas. “Desde uma endometriose até uma fissura vaginal, algum machucado no colo do útero ou corrimento vaginal... O quadro precisa ser investigado”, afirma o ginecologista Domingos Mantelli. 

Leia também: Sinto dor na penetração, por que isso acontece? Delas responde

A dor na hora do sexo por ser consequência desde uma endometriose até uma fissura vaginal, ou, então, falta de lubrificação
shutterstock
A dor na hora do sexo por ser consequência desde uma endometriose até uma fissura vaginal, ou, então, falta de lubrificação

Sentindo dor na hora do sexo , uma leitora enviou um e-mail ao Delas querendo saber os motivos do seu desconforto e como amenizá-lo. “Retirei o útero há cinco anos e até hoje sinto muita dor no sexo. O desconforto é muito grande”, escreveu.

De acordo com o Domingos, essa dor durante a penetração após a retirada do útero não é comum, mas pode acontecer. “Logo após a cirurgia pode haver um desconforto, principalmente se, por conta do procedimento, se formar alguma aderência pélvica, o que pode gerar desconforto na hora da relação”, fala.

Segundo o profissional, ao perceber esse incômodo, o mais indicado é procurar um ginecologista, o médico da mulher, para que ele possa investigar e instruir o melhor tratamento.

Em relação ao incômodo da leitora, que ela descreve como se algo "tivesse fechando a entrada da vagina", o ginecologista explica que é algo que precisa ser avaliado caso a caso, porém, existem algumas explicações gerais para isso.

“Existem muitas causas, uma delas é o vaginismo, que tem um fundo emocional, e a outra pode ter relação com a cirurgia da retirada do útero , por conta de uma contratura da musculatura pélvica e vaginal”, fala. Mais uma vez, o ideal é sempre buscar um ginecologista.

Leia também: Primeira consulta ao ginecologista: como funciona? O que perguntar?

O que mais pode causar dor na hora do sexo?

Lubrificação vaginal, tensão e ISTs (infecções sexualmente transmissíveis) são algumas das causas da dor na hora do sexo
shutterstock
Lubrificação vaginal, tensão e ISTs (infecções sexualmente transmissíveis) são algumas das causas da dor na hora do sexo

Em entrevista prévia ao Delas , Livia Daia, ginecologista da clínica Daia Venturieri, comenta sobre as principais causas da dor na hora do sexo. De acordo com ela, provavelmente sentir ardência ou queimação durante a transa são decorrentes do ressecamento vaginal, ou seja, a lubrificação natural pode não ser o suficiente para tornar o ato sexual confortável.

No caso da retirada do útero, Domingos Mantelli comenta que a lubrificação vaginal pode diminuir após o procedimento. “Mas ela não tende a baixar tanto quanto em uma retirada de ovários.  O ideal é que essa mulher faça uma investigação e dose os hormônios para ver como estão”, orienta. 

Além disso, o tabagismo, a limpeza inadequada ou excessiva da região íntima, alguns medicamentos e até a própria menopausa podem gerar o ressecamento da vagina. Nesse caso, a dica é apostar em um bom lubrificante à base de água para complementar a lubrificação natural da mulher.

Outros fatores que podem causar dor durante ou após o ato sexual são ISTs (infecções sexualmente transmissíveis), endometriose, problemas intestinais ou na bexiga. Para diagnosticar algum desses casos, o ideal é se consultar com uma ginecologista.

Por fim, as posições sexuais são fatores que também são capazes de causar incômodo. Dependendo da escolha, a penetração acaba sendo mais profunda, e, para algumas mulheres, isso pode não ser agradável. Se isso acontecer, o ideal é mudar os movimentos ou escolher uma posição em que a mulher controle a profundidade da penetração.

Leia também: Delas responde: não consigo me entregar ou relaxar no sexo, e agora?

Como resolver as dores na hora do sexo?

O primeiro passo para curar a dor na hora do sexo é buscar um ginecologista que irá diagnosticá-la da forma correta
shutterstock
O primeiro passo para curar a dor na hora do sexo é buscar um ginecologista que irá diagnosticá-la da forma correta

As causas do problema são variadas, por isso, as soluções são inúmeras. No entanto, o primeiro passo que você deve tomar quando perceber que há algum incômodo, dor ou ardência durante a relação sexual é procurar uma ginecologista. Essa especialidade médica é focada na saúde da mulher e está preparada para diagnosticá-la e orientá-la da melhor forma para o tratamento mais adequado.

Como comentamos, adotar um lubrificante à base de água é o segredo para combater o ressecamento vaginal na hora do sexo. No caso da penetração profunda e que incomoda, é interessante evitar posições sexuais que sejam desconfortáveis para a mulher. Em casos de IST’s, endometriose e outras infecções ou inflamações na região pélvica, os tratamentos costumam ser feitos com medicamentos.

Se o que está te causando as dores durante a relação for a menopausa – que geralmente acontece entre os 40 ou 50 anos de idade – é possível fazer tratamentos de reposição hormonal, desde que sejam devidamente acompanhados por um endocrinologista.

Porém, quando o problema é decorrência de vaginismo ou outras questões ligadas ao emocional, os tratamentos podem ser variados. Algo que costuma funcionar bem é a fisioterapia íntima, que trabalha com massagens, eletroestimulação e dilatadores vaginais para “ensinar” o músculo a relaxar e ajudar o canal a se acostumar com a penetração.

Por fim, uma questão que sempre comentamos aqui no Delas é sobre a importância do autoconhecimento. Mais uma vez, essa pode ser a solução para a sua dor na hora do sexo. Afinal, quando se tem mais conhecimento sobre o próprio corpo e sobre aquilo que dá prazer, é mais fácil aliviar a tensão e sentir-se mais relaxada na hora do sexo, deixando de lado aquela tensão muito comum no momento da relação. Nesse sentido, a masturbação, que é o momento em que a mulher pode se descobrir e explorar o corpo, também pode ser útil no processo de combater a dor na penetração.

Tem alguma dúvida sobre sexo, sexualidade ou até mesmo posições sexuais? Faça como a leitora que nos mandou a dúvida sobre dor na hora do sexo e entre em contato conosco pelo e-mail sexo@igcorp.com.br. Nós traremos uma especialista para respondê-la com sigilo total!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.