Tamanho do texto

Amethyst Realm teve sua primeira relação sexual com um espírito há mais de dez anos, mas agora quer construir uma família com seu "amante fantasma"

Os relacionamentos de Amethyst Realm vão além das formas humanas. A conselheira espiritual de 30 anos de idade é adepta da espectrofilia, ou seja, tem fetiche por fazer sexo com fantasmas , e já teve pelo menos 20 parceiros fantasmagóricos desde que começou a se relacionar sexualmente com os "seres do além" há 11 anos. 

Amethyst Realm afirma que é adepta da espectrofilia e já fez sexo com mais de 20 fantasmas nos últimos 11 anos
Reprodução/Youtube/ITV
Amethyst Realm afirma que é adepta da espectrofilia e já fez sexo com mais de 20 fantasmas nos últimos 11 anos



Depois de tantos relacionamentos casuais, Amethyst afirma em entrevista ao portal australiano "New Idea" que encontrou o "fantasma certo" para construir uma relação séria que vai além da parte sexual da  espectrofilia  . Apesar de não ser capaz de ver seu grande amor, a mulher afirma que consegue se comunicar com ele e os dois têm relações sexuais. 

Segundo a conselheira espiritual, o "encontro de almas" aconteceu durante uma viagem para a Austrália. "Um dia, eu estava andando, aproveitando a natureza e senti essa energia incrível. Soube na hora que um novo amante havia chegado", disse à publicação. Amethyst não sabe dizer com certeza se o fantasma é homem ou mulher, mas que a conexão entre os dois é real e segue forte há seis meses.

Os dois estão, inclusive, "pensando em dar o  próximo passo no relacionamento " . "Está ficando bastante sério. Na realidade, estamos pensando em ter um 'bebê fantasma'. Sei que parece loucura, mas estou pesquisando sobre isso e não acho que algo impossível. Tenho certeza que existe um jeito — apenas não consegui trabalhar nisso ainda." 

A conselheira acredita que algumas mulheres conseguem ficar grávidas de um espectro, mas como o corpo e a mente humana não processam a gravidez, os bebês fantasmas não vingam.

A história de Amethyst com espectrofilia 

Adepta da espectrofilia, Amethyst afirmou na televisão que
Reprodução/Youtube/ITV
Adepta da espectrofilia, Amethyst afirmou na televisão que "desistiu dos homens" para se relacionar com fantasmas


Amethyst ficou conhecida por falar sobre seu  relacionamento com "seres do além" em 2017. Na época, ela participou do programa de televisão "This Morning" e afirmou que havia "desistido dos homens" de carne e osso por causa dos fantasmas. 

Ela descreveu a primeira relação sexual com um espírito como "inesperada" e contou que sentiu a presença do "amante" logo que se mudou para uma nova casa com o ex-noivo (humano). Um dia seu ex estava viajando e ela decidiu que era hora de levar a relação com o fantasma ao "próximo nível".

"Começou como uma energia, depois se tornou físico. Foi como se tivesse um peso, senti uma pressão nas minhas coxas e uma respiração no meu pescoço. Sempre me senti segura. Eu fiz sexo com o fantasma." A conselheira inclusive disse que conseguiu atingir o orgasmo. 

O ex-noivo de Amethyst descobriu sobre a "traição" depois que o fantasma apareceu em sua forma física para ele, algo que nunca aconteceu para a mulher. "Acho que ele estava apaixonado por mim também e queria que eu terminasse o relacionamento." 

Após o término, a conselheira decidiu que não iria procurar mais companheiros humanos. Com a  espectrofilia  como "estilo de vida", ela já teve pelo menos 20 parceiros sexuais e consegue diferenciar cada um deles. "Dá para saber quando são [fantasmas] diferentes. É o mesmo com humanos, eles têm energias distintas", finalizou. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.