Tamanho do texto

"Fiz a escolha de me tornar minha alma gêmea e melhor amiga", diz Linda Doktar que disse "sim" olhando para um espelho em casamento na praia

A australiana Linda Doktar, de 34 anos, aprendeu, após enfrentar em término de relacionamento doloroso , que, antes de tudo, o primordial é ter amor próprio . Para celebrar este novo momento, ela realizou uma cerimônia de sologamia, o ato de "casar" com si mesmo, e disse "sim" olhando para um espelho. O inusitado casamento aconteceu no Dia dos Namorados do ano passado, mas só agora a história viralizou e ganhou grande repercussão.

Linda Doktar conseguiu se fortalecer e, ao perceber a importância do amor próprio, se tornou adepta a sologamia
Reprodução/Intagram
Linda Doktar conseguiu se fortalecer e, ao perceber a importância do amor próprio, se tornou adepta a sologamia


“Quem diria que um pequeno ritual privado celebrando o amor próprio na praia, demonstrando minha intenção de ter um relacionamento mais consciente comigo mesma, viraria manchete no mundo 18 meses depois”, escreve a australiana que apoia a  sologamia  em uma postagem no Instagram.

Segundo informações do portal britânico “The Independent”, Linda afirma que esse casamento não convencional foi muito significativo, pois ela prometeu sempre amar, honrar e respeitar a si mesma. Fora isso, a australiana vê a cerimônia como um marco de uma evolução pessoal. “Fiz a escolha de me tornar minha alma gêmea e melhor amiga”, declara.

Vale ressaltar que "casar" com si mesmo não é algo legalmente reconhecido na Austrália (e nem no Brasil), mas é visto como uma ocasião simbólica.

Inspiração para a sologamia 

Quem inspirou Linda a fazer um casamento seguindo a sologamia foi a conselheira sexual Emmajane Love
Reprodução/Facebook
Quem inspirou Linda a fazer um casamento seguindo a sologamia foi a conselheira sexual Emmajane Love


Quem realizou e inspirou o casório de Linda foi uma amiga dela, Emmajane Love, de 33 anos, que é conselheira sexual e faz estudos sobre relacionamentos amorosos. Emmajane ganhou popularidade em 2017, quando, em Bali, na Indonésia, também realizou uma cerimônia para  expressar o amor incondicional que sente por si mesma – até a própria aliança ela comprou.

Depois de passar por essa experiência, Emmajane resolveu ajudar outros homens e mulheres que desejam, assim como ela, casar com si mesmos. Ela já realizou mais de 100 cerimônias, incluindo a de Linda. Recentemente, ela explicou em seu perfil no Facebook que esse momento simbólico não é uma forma de expressar que a pessoa não está mais aberta para relacionamentos.

“Por favor, saibam que esta cerimônia não é feita para substituir alguém, ou porque a pessoa não quer se relacionar com outra no futuro. É algo feito para honrar a jornada de cura, para mostrar que essa pessoa aprendeu a ter amor próprio e se compromete a manter isso”, escreve Emmajane, que antes do seu "casamento" já viveu uma série de relacionamentos abusivos.

“Muitas das mulheres com quem trabalho estão  vivendo um relacionamentos tóxicos  que as tornam dependentes e até mesmo vítimas de abuso. O que eu ensino a elas é como parar de procurar o amor fora de si e a manter relacionamentos saudáveis, não em um lugar de falta, mas em um lugar de plenitude”, conclui a adepta da sologamia .

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.