Os queijos estão muito presentes na dieta brasileira e por ter uma grande variedade de tipos e sabores e algumas mulheres enfrentam dificuldade na hora de reduzir ou retirar alimento da dieta. Para achar uma forma de equilibrar essa questão, o Delas conversou com uma nutricionista para saber como e quais queijos consumir para manter uma dieta balanceada .

queijos
Freepik/divulgação
O consumo de queijos amarelos não deve ser cortado da dieta


Para a nutricionista Sophie Deram, autora do livro "O Peso das Dietas", os queijos amarelos, como mussarela e parmesão, foram vilanizados injustamente. “Esse julgamento vem de uma avaliação muito simplista do alimento, porque as avaliações nutricionais são feitas com base em porções de 100g do alimento, mas quase nunca você vai consumir tudo isso”, avalia.

Segundo Sophie, tudo vai depender da saúde do paciente e da quantidade consumida. “Alguns queijos processados contém uma quantidade muito elevada de sódio, para isso é bom que as pessoas leiam o rótulo. Os piores alimentos em quantidade de sódio são alimentos ultraprocessados , então não recomendo que meus pacientes sempre busquem os tipos mais frescos”, recomenda a nutricionista.

Outra dica da especialista é variar nos tipos de queijo, não ficar apegada a consumir sempre o mesmo, pois assim fica mais difícil de exagerar na quantidade de sódio ou gordura. Sem contar que queijos são alimentos muito ricos em diversos nutrientes, cálcio e vitaminas.

Opções vegetais

Hoje em dia, existem diversas opções dos chamados queijos veganos, que são preparações feitas à base de ingredientes vegetais. Muitas vezes, esses se tornam alternativas para quem está reduzindo a quantidade de queijo na dieta, pois acreditam que sejam mais saudáveis.

“Essas preparações são interessantes para quem realmente quer evitar a proteína animal, mas eu recomendo cuidado com a qualidade, porque quando você opta por uma preparação vegana, muitas vezes são ultraprocessadas. Então não faz sentido para quem busca apenas uma dieta saudável, porque muitas vezes a pessoa está trocando um alimento fresco por um alimento ultraprocessado”, diz Sophie.

Por fim, Sophie Deram diz que os melhores queijos para a saúde são os que tiverem menos ingredientes na sua composição e forem o mais fresco possível. Preparações muito processadas podem conter substâncias que vão aumentar o risco de hipertensão e outras doenças.

    Veja Também

      Mostrar mais