rebecca arrow-options
Reprodução/TheSun
Rebecca tinha muitos problemas emocionais por conta do seu peso, incluindo a depressão

Rebecca Wood é uma garota de 24 anos que vive em Newcastle Upon Tyne. Recentemente, ela passou por um processo impressionante: perdeu quase 90 quilos com mudanças de hábito e dieta cetogênica . Mas essa trajetória não foi nada fácil.

Leia mais: Sim, ele ajuda a emagrecer! Conheça os benefícios e propriedades do gengibre

Rebecca conta ao jornal The Sun que no ensino médio sofreu muito por conta do bullying que seus colegas faziam com ela e isso, com o tempo, a fez engordar. Segundo a mulher, enquanto todos se vestiam de uma forma mais esportiva e descolada, ela sempre foi muito feminina e "menininha", motivo para a ridicularização.

Mas aí as coisas ficaram mais preocupantes. Por conta do bullying que sofria, Rebecca sofreu de estresse pós-traumático e começou a ter depressão . "Fui muito maltratada, no começo foi porque não me encaixava porque sempre fui uma garota muito feminina", afirma. 

Ela começou a " comer emocionalmente " e descontar seus problemas na alimentação desregrada durante crises de compulsão, ganhando 10 quilos apenas no ensino médio. Ao final do colegial, já estava pesando 120 quilos.

"No momento mais difícil, eu comia um pote de sorvete, dois pacotes de biscoitos, rosquinhas, dois pacotes família de batatinhas, muita Nutella, pratos de pizza, batatas fritas e hambúrguer, além de beber um litro de Pepsi Max, se não mais", lembra ela.

Rebecca admite que o maior motivo para isso de fato foi o bullying: "Existem várias razões pelas quais eu ganhei peso, mas a principal razão foi por causa da minha experiência no ensino médio".

Leia mais: Dá para emagrecer até o carnaval! Conheça a dieta das 4 semanas

Mudança após anos sofrendo bullying

perder peso arrow-options
Reprodução/TheSun
Rebecca já conseguiu eliminar bastante peso, mas não quer parar por aqui


Com o ganho de peso, as ridicularizações se agravaram e transformaram-se em ameaças. E as ameaças em agressões físicas. Mas aos 21 anos, quando Rebecca atingiu os 200 quilos, percebeu que precisava mudar seu estilo de vida para melhorar, tanto física quanto psicologicamente, antes que fosse tarde.

Assim, foi submetida a uma cirurgia de bypass gástrico (tipo de cirurgia bariátrica), para reduzir seu estômago e limitar a quantidade de alimentos ingeridos, em outubro de 2018.

Depois da cirurgia, Rebecca abandonou todas as guloseimas e fast-foods, deixando o açúcar de lado e adotando uma dieta cetogênica , com alto teor de proteína e baixo teor de carboidratos. Além disso, também passou a praticar exercícios físicos moderados, caminhando e nadando pelo menos três vezes na semana. 

Rebecca conta que se sente muito mais à vontade para almoçar com seus amigos e família depois que emagreceu arrow-options
Reprodução/TheSun
Rebecca conta que se sente muito mais à vontade para almoçar com seus amigos e família depois que emagreceu


Nos últimos dois anos, ela perdeu 88 quilos e pretende perder mais nos próximos meses. Ela declara: "Eu tento seguir uma dieta, mas me permito guloseimas às vezes. Estou aprendendo a ter um bom equilíbrio entre guloseimas ocasionais e maus hábitos".

E completa: "Como sou viciada em comida, é difícil todos os dias escolher as melhores refeições, mas lutarei com isso a vida inteira e agora tenho as ferramentas necessárias para me ajudar a vencer a maioria dessas batalhas".

Leia mais: Sem força de vontade para malhar? Áudios podem servir de motivação

Desde que perdeu peso com a dieta cetogênica  e exercícios físicos, Rebecca está muito mais satisfeita com sua vida e se sente mais à vontade para passar tempo com a família e os amigos, saindo e aproveitando os bons momentos.

    Veja Também

      Mostrar mais