Tamanho do texto

A boa notícia é que, sim, alguns chás ajudam a emagrecer. Mas é preciso saber usá-los e lembrar-se que eles não fazem todo o trabalho sozinhos

Não é difícil encontrar em lojas de produtos naturais ou mesmo supermercados chás emagrecedores de várias marcas. A promessa é que eles ajudam a eliminar os quilos a mais e dão uma mão e tanto na dieta. Será?

Chás emagrecedores existem e podem ser aliados da dieta, mas também não fazem milagres
Divulgação
Chás emagrecedores existem e podem ser aliados da dieta, mas também não fazem milagres

Leia também: Café x chá verde: qual a melhor opção para "acordar" e até para emagrecer?

Por um lado, a resposta é sim. Chás emagrecedores existem, ou seja, há uma série de bebidas feitas à base de ervas que ajudam a acelerar o metabolismo, desintoxicar o corpo e dar um ânimo a mais, itens interessantes para quem está querendo perder peso. 

Entretanto, é preciso usá-los com cuidado - nem todos podem tomar essas bebidas, por exemplo - e lembrar que, sozinho,  o  chá para emagrecer não faz milagre. 

Quais são os chás emagrecedores?

Chá verde é um dos mais famosos quando o assunto são chás emagrecedores, mas ele não está sozinho
shutterstock
Chá verde é um dos mais famosos quando o assunto são chás emagrecedores, mas ele não está sozinho

De acordo com Viviane Pereira, nutricionista do Mundo Verde, os chás mais procurados que podem ajudar no processo de emagrecimento são aqueles da Camelia Sinensis (chás verde, branco, vermelho, amarelo), chá de gengibre, chá de canela, chá de hibisco. Ela dá detalhes de como cada um deles atua no organismo: 

  • Chá verde (ou branco, amarelo, vermelho e preto): "São todos derivados da mesma planta e apresentam cafeína na composição, o que pode acelerar o metabolismo, aumentando o gasto calórico e, assim, ajudar na perda de peso"
  • Chá de gengibre: "O gengibre contém Gingerol e outros ativos que também podem promover aumento do gasto calórico, auxiliando no emagrecimento"
  • Chá de canela: "A canela, além de ajudar na redução da compulsão por doces, pode acelerar o metabolismo e também apresenta efeito anti-inflamatório, vários pontos que podem ajudar na perda de peso" 
  • Chá de hibisco: "Essa bebida apresenta efeito diurético e digestivo, ações que podem ajudar na perda de peso, além de ser bastante antioxidante devido sua coloração". 

Esses chás, como explica Viviane, contribuem para a perda de peso por ajudarem a acelerar o metabolismo e atuarem nos processos inflamatórios do corpo. "Alimentos com essa ação são recomendados principalmente pela Nutrição Funcional, que consideram o acúmulo de peso, de gordura na célula como um processo inflamatório e assim, para ajudar a diminuir a resistência das células e o processo de emagrecimento, recomenda-se alimentos com a ação anti-inflamatória.

Outra vantagem é a ação diurética de alguns deles. Muitas vezes temos aquela sensação de inchaço no corpo , principalmente na região abdominal, e isso pode ser resultado da retenção de líquido. Nesse casos, um chá diurético é bem-vindo. 

A nutricionista Laís Gomes ainda inclui  chá mate nessa lista de chás emagrecedores. Segundo a profissional, essa bebida é antioxidante e tem ação estimulante, o que ajuda a reduzir a sensação de cansaço. E com mais disposição fica mais simples encarar a rotina da exercícios, por exemplo, um dos pilares importantes para o emagrecimento. 

Laís também concorda com Viviane nos outros chás e completa a lista com algumas propriedades. Ela lembra que o chá de gengibre também atua no sistema digestivo. Já o chá verde, além das vantagens apontadas por Viviane, é mais um desintoxicante e ajuda a manter em dia o sistema imunológico. 

A nutricionista ainda cita mais uma vantagem da cafeína, além do poder termogênico: "Ao ser consumida de forma adequada, reduz a sensação de fadiga e sonolência".

Como consumir os chás emagrecedores

Chás emagrecedores devem ser consumidos, preferencialmente, entre as refeições, segundo nutricionista
shutterstock
Chás emagrecedores devem ser consumidos, preferencialmente, entre as refeições, segundo nutricionista

De acordo com Viviane, recomenda-se em média o consumo de até 3 xicaras de chá ao dia, totalizando 600ml.

É possível optar por chás de cada uma das ervas e alimentos citados acima ou apostar em blens que já estão disponíveis no mercado.  O Chá DrenAtive, da Mundo Verde, segundo a nutricionista da marca, é composto por um blend de 8 plantas que podem promover um leve efeito termogênico, diminuem a retenção de líquidos e podem ajudar na perda de peso. Outro chá com as mesmas ervas é o Desinchá. 

Viviane também indica qual o melhor momento para consumir esses chamados chás emagrecedores: "Devem ser consumidos de preferência entre as refeições para que não haja prejuízo na absorção de vitaminas e minerais. Aqueles com cafeína, devem ser evitados à noite para que não atrapalhem o sono".

E aqui cabe um alerta, como ressalta Laís. "Os chás podem ser utilizados todos os dias, mas nunca para substituir a água. A hidratação com água é primordial e deve ser realizada de forma adequada", diz a profissional.

Em linhas gerais, recomenda-se ingerir dois litros de água por dia para um adulto, mas isso pode variar de pessoa para pessoa e de acordo com as suas necessidades. 

Leia também: Alimentos anti-inchaço e mais dicas para chegar ao carnaval com a barriga sarada

Além disso, não adianta beber um chá para emagrecer e se acabar no doce ou no fast food depois. Como afirmam ambas as nutricionistas, essas bebidas ajudam na questão do emagrecimento, mas devem ser aliadas a uma alimentação saudável e equilibrada e aos exercícios físicos regulares. 

Quem pode consumir chás para emagrecer e quem não pode

Apesar de ser feito de compostos naturais, os chás emagrecedores não podem ser consumidos por todos
shutterstock
Apesar de ser feito de compostos naturais, os chás emagrecedores não podem ser consumidos por todos

Apesar de contarem com uma série de benefícios, essas bebidas não podem ser consumidos por qualquer um. "Os chás são contraindicados para as grávidas, lactantes e crianças", afirma Viviane.

A erva usada para o preparo também deve ser levada em conta. Laís também lembra que a cafeína "aumenta a secreção gástrica e pode gerar ansiedade, taquicardia, entre outros efeitos adversos". Já Viviane fala que essa substância deve ser evitada por hipertensos. 

Aqueles com efeito diurético também devem ser tomados com atenção por aqueles com pressão arterial mais baixa ou que fazem uso de medicamentos com essa ação, como indica Viviane. Para completar, Lais ressalta que o excesso de chá com características diuréticas pode sobrecarregar o sistema renal e ainda causar desidratação. 

Na dúvida sobre quais dos chás emagrecedores adotar no dia a dia, o mais indicado é procurar orientação profissional. Assim evita-se riscos à saúde e ainda fica mais fácil pensar em um cardápio para conciliar com o uso do chá e emagrecer de maneira saudável e duradoura. 


    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas