Tamanho do texto

Ricas em cafeína, ambas as bebidas ajudam a dar aquela despertada, mas café e chá verde atuam de maneiras diferentes no organismo

Nada como uma boa xícara de café para para despertar. Ou seria melhor apostar em uma xícara de chá verde para acordar e ter pique para as tarefas do dia? Conversamos com especialistas para saber os prós e contras de cada bebida e acabar com alguns mitos. 

Matchá - chá que acelera o metabolismo e ajuda a emagrecer

Que tal uma xícara de café para acordar?
Creative Commons
Que tal uma xícara de café para acordar?


Tanto o café quanto o chá contêm cafeína , substância que atua como um termogênico no organismo e ajuda a "acordar". "Café preto para acordar faz parte do hábito do brasileiro. E isso dá certo porque a cafeína é uma substância estimulante", comenta a nutricinista Fúlvia Hazarabedian, coordenadora do programa Bio Nutri, da Bio Ritmo. 

A nutróloga Andreia Guarnieri afirma que, independente do processo de torra, o café terá uma quantidade maior de cafeína que bebidas como o chá verde. E isso influencia no resultado no corpo. 

"Com o café, como a quantidade é maior, essa subtância é absorvida mais rapidamente pelo organismo. Com isso, 'acorda' quase que imediatamente. Já no caso do chá verde, a absorção é mais lenta e, assim, o efeito pode ser mais prolongado", compara. 

Processo de emagrecimento

A ação termogênica da cafeína faz com que o metabolismo do corpo fique acelerado e, dessa forma, há uma queima maior de gordura. Entretanto, a recomendação geral é não abusar do cafezinho preto de todos os dias. De acordo com Andreia, a indicação é consumir de 1 a 3 xícaras pequenas por dia. 

Termogênico acelera o metabolismo e ajuda a emagrecer, mas requer cuidados

Já a quantidade de chá verde que pode ser ingerida é um pouco maior, por isso ele acabou virando uma vedete no assunto emagrecimento. Andreia diz que não há uma regra ou estudo específico, mas como, em linhas gerais, esse chá tem metade da cafeína do cafezinho, pode-se até dobrar a quantidade ingerida por dia da bebida. 

Chá verde é um aliado no emagrecimento
Thinkstock/Getty Images
Chá verde é um aliado no emagrecimento


Além disso, o chá verde contém componentes antioxidantes diferentes do café, como a catequina, aliada do emagrecimento. "Como tem um efeito antioxidante bastante potente, consegue modular o organismo que esteja mais inflamado, por exemplo. E sabemos que indivíduos com sobrepeso ou obesidade apresentam essas inflamações. Os antioxidantes atuam nesta área e contribuem para o emagrecimento", detalha nutróloga. 

Desejo por doces

Dizer que o café preto pode aumentar a vontade de doces e carboidratos é um mito, segundo as profissionais. Andreia e Fúlvia afirmam que não há estudos que comprovem essa relação. 

10 superalimentos que ajudam a controlar o desejo por besteiras e a perder peso

O que há, segundo a nutróloga, são alguns chás que inibem a vontade de comer doces, como o feito a partir de garcínia camboja. "Geralmente a substância é manipulada, mas também pode ser consumida em forma de chá. O indicado é uma colher de sopa de erva para o chá associado às principais refeições", comenta Andreia. 

Ela ainda sugere apostar em chás combinados com frutas depois das refeições para segurar o desejo por guloseimas. Pode optar por chá de cavalinha com abacaxi ou maçã com canela, por exemplo. 

Momento ideal do consumo

Para conseguir todos os benefícios, as bebidas devem ser ingeridas puras. Portanto, nada do clássico pingado (cafezinho com leite). Segundo a Fúlvia, cálcio e cafeína "entram" no organismo pelo menos receptor. "Quando consumimos juntos, parte do cálcio não entra devido à presença de cafeína", diz a nutricionista. E nem toda cafeína é absorvida também. 

Seja para "acordar" ou para saciar a fissura por doces, também vale ficar atento ao momento do consumo da bebida. Evite beber café ou chá logo na sequência da refeição porque, segundo Andreia, os nutrientes dos alimentos que acabou de consumir vão interferir na absorção das substâncias da bebida, como a cafeína. Ela orienta esperar de 30 a 40 minutos para beber o cafezinho após a refeição principal. E evite essas bebidas à noite, para não correr risco de atrapalhar o sono e passar a noite em claro. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.