Tamanho do texto

Iris Davis sofreu com perdas familiares e, com a ajuda da atividade física, conseguiu vencer a depressão; ela impressiona com sua habilidade e força

A fisiculturista Iris Davis, de 75 anos, possui uma incrível história de superação . Aos 17, ela se casou e teve seu primeiro filho, que morreu de forma trágica. Quatro anos depois, aos 22 e quando o segundo filho tinha apenas 10 meses, perdeu o marido em um acidente. 

Aos 75 anos, a fisiculturista Iris Davis conta sobre sua relação com a atividade física, fator que ajudar a vencer a depressão
Reprodução/Instagram/irisdavisofficial
Aos 75 anos, a fisiculturista Iris Davis conta sobre sua relação com a atividade física, fator que ajudar a vencer a depressão

Com todos esses acontecimentos, a fisiculturista - que hoje é recordista mundial de 21 flexões - entrou em depressão. Para se distrair, descobriu que uma das maneiras de aliviar o que estava sentindo era praticar exercício físico. Foi quando começou a fazer caminhadas pela rua “conversando e chorando consigo mesma o tempo todo”, declara ao Daily Mail .

Depois, Iris ingressou em uma academia. “Era um local grande e suado com muitos homens, mas nenhuma mulher. Eu tive sorte por eles me deixarem participar porque as mulheres eram proibidas em quase todas as academias naquela época”, conta.

Ela diz que, enquanto fazia atividade física , não se sentia triste ou chorava. No início, ficar definida não era uma preocupação. Só sabia que seus músculos estavam crescendo e seu corpo mudou,  tornando-se mais magra e em forma.

“Eu gostava do jeito que meu corpo parecia e lembro de ter feito uma promessa a mim mesma de tentar mantê-lo assim pelo tempo que eu pudesse. Não tinha ideia de que era uma pioneira e estaria fazendo isso 51 anos depois”, afirma.

A academia acabou virando uma “segunda casa”. “Para mim, era como minha igreja, meu santuário, meu lugar seguro e eu queria estar lá o mais rápido que pudesse. Eu sempre fui minha própria motivação. Como nunca houve qualquer outra fisiculturista feminina que eu pudesse olhar, então me tornei minha própria motivação, e ainda sou até hoje”, afirma.

Fisiculturista ganhou vários prêmios – e impressiona na academia

Aos 50 anos, entrou em seu primeiro show e ficou em segundo lugar, o que a estimulou a continuar sua jornada. “'Certamente mudou minha vida. Foi uma grande emoção para mim apenas completá-lo”, diz. Aos 62, venceu uma competição na Flórida e, aos 63, foi campeã mais uma vez.

Um fato que a marcou foi quando conseguiu ajudar um policial a prender um ladrão, aos 65. Enquanto estava no escritório, ela notou a perseguição e saiu para ver o que estava acontecendo. Nesse momento, percebeu que um carro estava sendo perseguido por outros dez com policiais.

Os ladrões bateram o veículo na frente de Iris e, quando um deles tentou fugir, ela o segurou. “Ele tentou passar por mim, então tive que tomar uma decisão rapidamente para saber se deveria deixá-lo passar ou segurá-lo. Estendi a mão para detê-lo e o policial chegou cinco segundos depois”, relembra.

Atualmente, a fisiculturista pesa 50 kg e impressiona com seus vídeos no Instagram. “Como personal trainer , atendo clientes de 18 a 80 anos. Diria que minha decisão de me concentrar no exercício não só salvou a minha vida como me deu uma vida muito boa”, finaliza.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.